BATE PRONTO 50

Mais uma coluna para os leitores do Alagoinhas Hoje com notas sobre diversos temas, que acreditamos, interessam aqueles que acessam as nossas páginas. Chegamos à coluna de número 50 e no período eleitoral esperamos manter maior assiduidade de publicação deste espaço. Colabore com o site e envie sugestões de pauta sobre o dia a dia da nossa cidade, que na atualidade passa por grandes mudanças, ampliando sua complexidade em todas as áreas. Inclusive na produção jornalística. Até a próxima coluna. 

CPI é cultura? I

A pergunta tem sentido. A diretora de Cultura da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (SECEL), Jaldice Nunes, passou o dia de ontem envolvida com as atividades da CPI da Telefonia, quando deveria estar trabalhando para a resolução das questões atinentes à sua área. Ela é muito bem remunerada para exercer o cargo na SECEL. A diretora deveria ter seu dia cortado por total e absoluta ausência. Absenteísmo não deveria ser premiado, muito pelo contrário, punido. O mesmo aconteceu com outros ocupantes de cargos de confiança. As presenças de secretários municipais são plenamente justificáveis, pois eles exercem cargos de agentes políticos.

CPI é cultura? II

Aparentemente, a diretora de Cultura quer os bônus do exercício da função e não aceita críticas da imprensa. Ontem, vociferou na direção do editor do Alagoinhas Hoje pelos reparos registrados neste espaço, que a consideraram inepta para o cargo. O site manterá a opinião, até que sua ação cultural prove o contrário. O deputado Paulo Azi, líder político de Jaldice, um gentleman, deveria ensinar regras elementares de educação à digníssima diretora de Cultura. Educação e cultura deveriam “andar” juntas. Mas este não é o caso.

Argôlo

Conversas nas rodas políticas indicam que o desembarque da vinculação política e eleitoral do deputado Luiz Argôlo está em avançado processo de efetivação. É esperar para ver. E comprovar nos próximos dias. Na política, definitivamente, as alianças são fugazes.  Quem está em inferno astral se transforma em persona non grata. O passado, as parcerias e as antigas vinculações são desprezados.

Câmara de Vereadores I

É tenso o clima entre o presidente do legislativo alagoinhense, Jorge Mendes (PROS), e a maioria de seus pares. Os adjetivos dirigidos ao chefe do poder são quase impublicáveis, resvalando para impropérios de toda ordem. A situação atual comprometerá as pretensões eleitores de Mendes neste ano e sua reeleição à Câmara de Vereadores.

Câmara de Vereadores II

Sob condição de anonimato, um vereador criticou a postura de seu colega Radiovaldo Costa (PT) no caso da CPI dos Contratos. “Ele procurou primeiro as emissoras de rádio e só depois conversou com a gente, após ter jogado a opinião pública contra a Casa”, afirmou, justificando o posicionamento da maioria, que matou a CPI por não fornecer-lhe oxigênio (assinaturas) para que ela vingasse.

Câmara de Vereadores III

Para o vereador, Radiovaldo Costa nunca quis de fato a instalação da CPI dos Contratos e jogou apenas para a plateia na tentativa de ganhar visibilidade e apoio popular. O site tentou contato com o vereador petista até o fechamento da coluna, mas a ligação foi encaminhada para a caixa de mensagens. Por isso, sua versão não consta nesta nota.

Câmara de Vereadores IV

O vereador Gilson (do SAAE) Guimarães (PTC) ainda não definiu quem apoiará para a Assembleia Legislativa. Ele citou os possíveis escolhidos, mas fez uma ressaltava: “tem que ser de Alagoinhas”. Os nomes avaliados por Gilson: João Rabelo, Joaquim Neto, Gustavo Carmo, Jorge Mendes, Jorge Campeão e Joseildo Ramos.  Para governador, a tendência de Gilson é ficar com Paulo Souto (DEM), destoando do prefeito Paulo Cezar, que já se perfilou ao lado de Rui Costa (PT).

Pesquisas

Questionado se manterá o apoio ao PT ao longo processo eleitoral, mesmo que as pesquisas indiquem a vitória de Paulo Souto (DEM), o prefeito Paulo Cezar (PDT) foi taxativo: “Não mudo minha decisão”, disse, mas deixou no ar (sem expressar verbalmente) que o deputado Paulo Azi seria seu interlocutor junto ao governo soutista.

Rádio

Mudanças nas emissoras de rádio começam a acontecer e nos próximos dias muitas novidades estarão no ar. O repórter policial Luciano Reis deixa a Nova AM e está de malas prontas para a 93 FM, que contará com um novo apresentador entre às 12 e 14 horas. Luciano participará de dois programas da emissora. Mudanças são sempre bem vindas.

Função

Qual o cargo ocupado pelo médico veterinário Ericson Carvalho na Prefeitura de Alagoinhas? Após a deixar a direção da Central de Abastecimento ele foi nomeado para outra função? O povo quer saber.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje