EXCLUSIVA: Ministério das Cidades solicita informações ao prefeito Paulo Cezar sobre listas dos beneficiados do Programa Minha Casa, Minha Vida

Matérias publicadas pelo Alagoinhas Hoje sobre irregularidades na gestão do Programa Minha Casa, Minha Vida, coordenado em nível municipal pela Secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Alagoinhas, repercutiram em Brasília e o Ministério das Cidades está agindo para checar as denúncias do site. 

Dois ofícios emitidos pelo Ministério das Cidades provam que o governo federal atua para investigar os procedimentos adotados na distribuição de unidades habitacionais do Nulce Pereira, Linha Verde e do Residencial Urupiara. 

Em ofício datado de 4 de agosto, enviado ao prefeito Paulo Cezar, a gerência de Controle do Ministério das Cidades solicita informações sobre a gestão do Programa Minha Casa, Minha Vida, especialmente a respeito dos critérios de formação das listas dos beneficiados. 

Ofício ministério das Cidades 2A

Oficio ministério das Cidades 1b

Marta Garske, gerente de Projeto do Ministério das Cidades, que assina o ofício, concedeu sete dias ao prefeito Paulo Cezar para que ele apresentasse as respostas.

O prazo exíguo, que comprova a celeridade do ministério para apurar as denúncias, venceu no dia 11 de agosto. 

Outro ofício, na mesma linha investigativa do Ministério das Cidades, Garske informa ao Superintendente Nacional de Fundos de Governo da Caixa Econômica Federal, Jucemar José Imperatori, acerca das denúncias veiculadas na imprensa sobre o Minha Casa, Minha Vida. 

Ela solicita no ofício, também com data de 4 de agosto, que Imperatori  informe às instituições financeiras a respeito dos fatos, especialmente no que diz respeito à formação da lista dos beneficiados em Alagoinhas.

Oficio ministério das Cidades 1A

Ofício ministério das Cidades 2b

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje