BATE PRONTO 24

Vez por outra, o editor do Alagoinhas Hoje é atacado por prepostos do governo, incomodados com a linha editorial praticada ao longo dos últimos seis meses. Começam uma pretensa guerra psicológica, totalmente inócua, porque são desprovidos de argumentos consistentes para balizar seus discursos, comprometidos à enésima potência, pelo interesse pessoal e do grupelho que pensa ser dono da Prefeitura de Alagoinhas.

Não desejam a liberdade de imprensa.

Fake I

Sem argumentos, um apaixonado por Paulo Cezar resolveu me comparar com o ex-blogueiro João Andrade, que foi dono do site Pura Política. Somos – eu e Andrade – diametralmente opostos. O falsário, que me acusa, sabe disso. Seu endereço eletrônico – sid.nei@hotmail.com – certamente é tão falso quanto ele, que se esconde atrás de uma máquina para me ofender.

Fake II

O falsário deveria saber que aprovação popular não pode ser salvo conduto para práticas não republicanas. Os ex-prefeitos de Alagoinhas, que segundo a lenda habitam de certa forma o Paço Municipal, devem estar sobressaltados com o nível das conversas de republiquetas de bananas que acontecem lá. Tudo é quantificável.

Fake III

Não será um crápula anônimo, mais crápula do que anônimo, com piadas de péssimo gosto que me calará. O Alagoinhas Hoje está juntando muitas informações e nos momentos próprios dará publicidade a elas. Para desespero de pústulas anônimos.

Fake IV

Embora se apresente e me ataque, mas sem a consistência de um George Orwell ao criar uma cidade imaginária, radialista useiro e vezeiro em práticas nefastas, hoje defensor de seu patrão, antigo desafeto, escreveu um monte de baboseiras. Certamente se socorreu do ghost writter de plantão. É ruim falando, quanto mais escrevendo. Ele sempre achou que voz grave era o supra sumo. Foi parar em Feira de Santana com objetivo de tratar dos malefícios causados à sua saúde física e mental. Pobre coitado. Seu discurso bonitinho é ordinário e fake. Confunde suas práticas com as dos outros.

Fácil

Além de não pagar as férias de seus funcionários, quando demite alguém a Fácil só paga a rescisão trabalhista em Salvador. Ex-funcionária viajou só com o dinheiro da ida, não recebeu seu dinheiro e teve que ser socorrida por um amigo para voltar da capital. Muito desrespeito.   

Filadelfo

Em uma rápida e casual conversa com o engenheiro, empresário e ex-deputado estadual Filadelfo Neto, homem discreto, foi possível saber a avaliação que ele faz do governo de seu ex-pupilo, hoje prefeito de Alagoinhas. Filadeldo não abona as práticas políticas cezistas e tem críticas consistentes ao entorno do alcaide.

Ministério Público

A descrença da sociedade na atuação do MP local pode começar a se dissipar a partir da instauração do inquérito – e de suas consequências – para apurar denúncias relativas à sessão da Câmara de Vereadores de 27 de Dezembro, mais conhecida como sessão viúva Porcina, aquela que foi sem nunca ter sido.

SEDUC

Lei definiu no ano passado a nova tipologia das escolas municipais e impactou nas gratificações dos diretores das unidades que foram “rebaixadas”. A diminuição dos valores começou a constar nos contracheques. Até aí tudo bem. Mas a SEDUC quer cobrar o montante excedente, fora da classificação das escolas, pago a alguns diretores. O clima está tenso.

Ambulância

Uma fonte disse hoje ao site que um motorista “titular” de  ambulância “distrital” procurou o SINPA para denunciar a terceirização praticada na condução dos veículos. Ou seja, mais uma vez acertamos ao publicar denúncia sobre os métodos do governo municipal.

Pesquisa

Os “aspones” de plantão soltaram fogos com o resultado da pesquisa TECNODADOS que aferiu a aprovação do governo Paulo Cezar. Sem dúvida, o prefeito tem um grande recall. Mas é bom que eles pratiquem, com mais humildade, um mantra da política: o futuro não garante nada a ninguém.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje