BATE PRONTO 138

A inauguração da Policlínica Regional de Saúde, na última sexta-feira (8), foi palco para muitos deputados federais e estaduais nunca vistos em Alagoinhas. Até um vereador de Salvador participou do evento. O cerimonial do governo falhou e o trabalho da imprensa ficou prejudicado em razão do grande número de pessoas seguindo o governador Rui Costa. 

POLICLÍNICA I

Pré-estreia para políticos que pretendem cabalar votos em Alagoinhas, a inauguração da Policlínica Regional de Saúde foi palco para ilustres desconhecidos na cidade, a exemplo da deputada estadual Fabíola Mansur (PSB), do deputado federal José Nunes (PSD) e do vereador soteropolitano José Trindade.

POLICLÍNICA II

O cordão de puxa-sacos do governador Rui Costa foi constatado claramente na inauguração do equipamento de saúde. Seguido por uma multidão, o governador teve que atender aos pedidos de selfies de gente que não entende o protocolo de uma inauguração do porte da Policlínica Regional de Saúde.

POLICLÍNICA III

O deputado estadual Joseildo Ramos (PT) e o ex-prefeito Paulo Cezar (PRP) estão vivendo uma fase pré-nupcial eleitoral. Distribuíram sorrisos mútuos e caminharam bem juntinhos em alguns momentos no evento de inauguração da policlínica.

POLICLÍNICA IV

A Prefeitura de Alagoinhas, segundo o prefeito Joaquim Neto, investirá mensalmente R$156 mil como parte da contribuição municipal para o consórcio responsável pelo funcionamento da policlínica. O prefeito registrou na conversa com seu colega Fábio Vilas-Boas, secretário estadual da Saúde, discordância quanto aos custos do transporte dos pacientes. Alagoinhas, sede da policlínica, não recebeu nenhum ônibus, mas terá quer arcar com quase R$15 mil mensalmente na repartição dos valores relativos à condução dos usuários. Moacir Lira, secretário municipal de Saúde, registrará em reunião do consórcio a insatisfação da administração joaquinista.

POLICLÍNICA V

A construção das policlínicas regionais em diversos municípios da Bahia tem o DNA de Alagoinhas. A QG, construtora responsável pelas obras já inauguradas em Irecê, Guanambi e Alagoinhas, é propriedade de empresário filho da terra, que trabalha muito, mas não gosta de aparecer. Outras duas policlínicas, também construídas pela QG, serão inauguradas nos próximos dias: Santo Antônio de Jesus (15) e Valença (29). 

POLICLÍNICA VI

Os municípios de Teixeira de Freitas, Jequié e Feira de Santana já possuem o equipamento de saúde. Até o final do mês, em Valença, o governador Rui Costa inaugura a oitava policlínica. Das oito, a QG terá construído cinco.

VAI E VEM I

Estão na base. Não estão mais na base. O vai e vem ou o vem e vai de alguns vereadores não são coisas novas na política de Alagoinhas, mas na atual conjuntura demonstram que alguns estão sem estratégias corretas para seus mandatos e agem ao sabor dos acontecimentos imediatos, sem planejamento de longo prazo, esquecendo-se que 2020 é logo ali. Mais importante do que ser da base ou fazer oposição ao governo é o exercício coerente dos mandatos.

VAI E VEM II

Os vereadores que sairão da base perderão as indicações que fizeram na atual administração? Alguns deles detêm bons cargos. Para os indicados há uma opção: arranjar rapidamente um novo padrinho.

ARTICULAÇÃO

A articulação política do governo praticamente não existiu em 16 meses. Com a chegada dos novos secretários a tendência é melhorar a relação com o legislativo (não quer dizer que os problemas serão mitigados). Mas o caldo já está entornando e aplacar a sede (de obras ou “de obra”?) dos vereadores não será fácil, exigindo precisão cirúrgica visando evitar situações mais complicadas à frente.

RIVOTRIL

A auditoria da Controladoria Geral da União (CGU) no transporte escolar de Alagoinhas aumentou o consumo de Rivotril dos supostos envolvidos em desvios de recursos. Pelo menos um personagem tem certeza absoluta: será preso pela Polícia Federal, mesmo gastando em torno de R$50 mil por mês com advogados.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje