BATE PRONTO 144

As redes sociais, em função da pandemia do novo coronavírus, terão papel importante na campanha municipal, mas está havendo uma superestimação das ferramentas proporcionadas por elas, secundarizando algo fundamental: a veiculação de informações, lives, vídeos e programas de governo, nas disputas majoritárias, deve levar em consideração as macro estratégias de marketing definidas para cada candidatura, com desdobramentos em linhas conceituais das campanhas. 

Narrativas I

Quais narrativas sustentarão a campanha do prefeito Joaquim Neto (PSD)? Em 2016, mesmo com alguma desconfiança, o ex-demista foi a opção de 25.684 eleitores, com 34,25% de votos, 9,06 pontos percentuais à frente da segunda colocada. Em 2016, Joaquim Neto foi estilingue. Na disputa pela reeleição, será vidraça. Existem muitos estilingues apontados na direção do atual prefeito e a reação do governo no campo das narrativas ainda é tímida. A presença de Joaquim Neto nas redes sociais, mesmo tardiamente, está gerando mais engajamento e audiência. Serão suficientes para reposicionar a imagem do prefeito/pré-candidato?

Narrativas II

O novo velho demista Paulo Cezar (foi candidato em 2006 pelo DEM, quando tentou o terceiro mandato na Assembleia Legislativa) continua enredado pelo mesmo grupo que “julga pensar sua campanha”. Os últimos resultados eleitorais (2014, 2016 e 2018) demonstram, com base na frieza dos números, que o grupo cezista joga nesta eleição a sua sobrevivência: se ganhar, terá oxigênio; perdendo, desparecerá do cenário político de Alagoinhas. As narrativas de Paulo Cezar não podem estar vinculadas apenas ao passado, às suas realizações na administração municipal e a um certo sucesso de seus dois governos, mas devem ter como foco um programa de governo realista, sem desperdício de recursos públicos e enxugamento da máquina, com a diminuição dos cargos de confiança (algo difícil para um político populista). 

Narrativas III

A errática e confusa comunicação governamental, capitaneada pela Secretaria de Comunicação, é a grande responsável pelo governo Joaquim Neto não ter construído narrativas favoráveis à sua imagem, mesmo com ações importantes em alguns setores. A estruturação da SECOM, verdadeiro puxadinho, começou errada e permanece fora do foco, sem capacidade para definir as grandes linhas estratégicas da comunicação da administração municipal. Jornalistas são tarefeiros, cumprem pautas e não estão habilitados para pensar em posicionamentos e/ou reposicionamentos de imagem. 

Narrativas IV

A pré-candidatura de Juscélio Carmo tem dificuldades para avançar e agregar apoios de legendas e segmentos que não desejam a reeleição de Joaquim Neto e muito menos a volta do ex-prefeito Paulo Cezar ao Paço Municipal. As narrativas de Juscélio precisam gerar confiança e conquistar eleitores que votaram em Joseildo Ramos, Paulo Cezar e Joaquim Neto. É aí que as narrativas de Juscélio emperram: para ele, os três prefeitos não fizeram nada que preste e o atraso de Alagoinhas deve ser atribuído ao trio que governou (governa) o município desde 2001. Os eleitores insatisfeitos com Joseildo (PT), Paulo Cezar (DEM) e Joaquim Neto (PSD) concordam com as narrativas do pedetista? 

Narrativas V

Sem carisma, o vereador Luciano Sérgio (PT), bom candidato no momento errado, não consegue o esperado engajamento nas redes sociais, natural pela força de sua legenda no município (algo em torno de 20% de identificação partidária). Em um ano, apesar da improvável união das correntes petistas, que se tornou realidade, Luciano Sérgio fala para poucos e não consegue inflamar nem mesmo os eleitores petistas (pelo menos por enquanto). A pré-candidatura continua com as dificuldades identificadas neste espaço há mais de um ano. Ao não avançar e agregar intenção de votos, a pré-candidatura majoritária de Luciano Sérgio pode ser um tiro no pé do PT e grande obstáculo aos candidatos à Câmara de Vereadores. As narrativas do pré-candidato não estão funcionando. 

PP

Nos bastidores, a direção do PP trabalha contra a candidatura de José Edésio. Com apoio do vereador Juracy Nascimento (PROS), Márcio da Cavada é o candidato preferencial da legenda. O interesse de Juracy Nascimento em Márcio da Cavada não é apenas político. 

Futuro

O jornalista Tárcio Mota, presidente do PT alagoinhense, articula com facilidade o que pensa sobre o município, a política local e demonstra experiência que seria mais comum em políticos com mais estrada. De todos os quadros do PT em sua faixa-etária, Tárcio é o mais preparado. O PT de Alagoinhas precisa pensar a cidade para os próximos anos, pois as chances de reconquistar a prefeitura em 15 de novembro é baixíssima.

93 FM

Na segunda-feira (6), Cacau Pena tentou explicar o imbróglio no qual está envolvido e que tem a 93 FM como centro da disputa. Não conseguiu e fugiu completamente da principal questão: a inautenticidade da assinatura de Dona Maria Pena em contrato que lhe assegurou o controle da emissora. Papel igualmente feio foi desempenhado por Dionísio França, sempre comedido, que estranhamente questionou o interesse da imprensa na querela judicial. 

Alagoinhas Hoje

Até 31 de dezembro de 2020, o site Alagoinhas Hoje deverá ser descontinuado ou vendido, independentemente do resultado eleitoral em 15 de novembro.

Vanderlei Soares

O radialista e jornalista Vanderlei Soares (Republicanos) disputa uma das 17 cadeiras da Câmara de Vereadores de Alagoinhas. Mesmo com a mudança dos prazos eleitorais, Soares optou por não voltar à bancada da 93 FM e está trabalhando muito, ouvindo as demandas de diversos segmentos sociais e cobrando do poder público soluções para problemas antigos e atuais. 

JR

Habitué das negociações políticas desde muito jovem, João Rabelo, ex-presidente da Câmara de Vereadores e ex-secretário de duas pastas nos governos cezistas, está fora do jogo eleitoral e escanteado pelo núcleo duro do pré-candidato Paulo Cezar (DEM). Rabelo é considerado um grande articulador político, com trânsito nas mais diversas  correntes partidárias do município e exímio analista de pesquisas eleitorais.  

 

 

 

 

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje