Rui promete licitar ônibus alimentador do metrô até o fim do ano

Apesar das críticas do prefeito ACM Neto (DEM), o governador Rui Costa (PT) prometeu nesta terça-feira (20), durante a entrega de um viaduto na Avenida Paralela – integrante das obras da linha 2 do metrô de Salvador –, licitar até o fim deste ano um sistema paralelo de ônibus para alimentar o modal sobre trilhos.

O petista justifica a medida pela falta de integração com os coletivos geridos pela Prefeitura de Salvador, mas admite a possibilidade de voltar a negociar com a administração municipal.

“Nós vamos seguir o processo de licitação. Se até lá chegar a um acordo, ótimo. Eu gosto de resolver as coisas. Nós já estamos há dois anos aguardando esse processo de integração. Enquanto isso o povo está sofrendo. Então, nós não podemos mais ficar nessa polêmica. Nós precisamos resolver essa situação. Eu não gosto de polêmica, eu não quero polêmica, nem com empresário de ônibus nem com a prefeitura. Eu quero resolver o problema do povo, e para resolver é mais simples. O sistema de ônibus continua como está e nós vamos montar esse pequeno sistema de alimentação. São ônibus que vão pegar a uma distância de cinco quilômetros. Isso não interfere no sistema de ônibus da cidade, apenas facilita a vida da população”, argumentou, apesar da advertência do prefeito sobre os impactos ao trânsito da cidade, após ser indagado pelo bahia.ba.

Não foram revelados detalhes nem valores para o processo de concorrência pública. Rui deu como exemplos para o funcionamento dos veículos alimentadores o transporte dos moradores de Marechal Rondon para a Estação Pirajá e da Fazenda Grande do Retiro para a Estação Retiro do metrô.

“Essas situações é que nós vamos resolver com o sistema alimentador. Ou seja, é apenas da localidade mais próxima da estação, para facilitar a vida das pessoas de chegar à estação. Com isso, nós vamos possibilitar que, quem deseja ir de metrô, possa acessar a estação de metrô pagando apenas uma passagem. Com R$ 3,60, terá direito a esse ônibus, que pega na sua localidade e deixa na estação mais próxima e vice-versa”, disse.

No entendimento de Neto e seus aliados, o governador tenta politizar o assunto.

 

Fonte: bahia.ba 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje