Prefeitura de Alagoinhas quer autorização legislativa para vender terrenos

Um dos projetos de lei enviados pelo Executivo à Câmara de Vereadores solicita autorização legislativa para venda de dois terrenos de propriedade do município: um situado na Rua Luiz Viana, onde há alguns anos parques de diversões são instalados; outro, mais próximo do centro, é o endereço do Departamento de Limpeza, na Rua Carlos Azevedo.

Os recursos auferidos com a venda dos dois terrenos, se os vereadores concederem a autorização ao Executivo, serão investidos em parte na construção de dois prédios entre quatro e cinco andares no Centro Administrativo Municipal (CAM), em Alagoinhas Velha, onde passarão a funcionar, de fato, todas as secretarias municipais.

Outro objetivo é direcionar recursos para a recuperação total do prédio da Prefeitura, que necessita urgentemente, segundo o secretário de Governo, de reparos para evitar a degradação que vem sofrendo ao longo dos últimos anos. A ideia da administração é passar a utilizar o prédio apenas em ocasiões especiais, proporcionando o uso mais nobre – posse de prefeitos, recepção a autoridades – do Paço Municipal.

A Central de Abastecimento também deverá contar com recursos oriundos da venda dos dois terrenos para a sua requalificação. Em conversa com o Alagoinhas Hoje, Juscélio afirmou que os dois terrenos, em função do boom imobiliário de Alagoinhas, são bastante valiosos. “A destinação daquilo que a Prefeitura arrecadar está definida no projeto de lei enviado à Câmara de Vereadores e os recursos só poderão ser utilizados para estas três finalidades”, salientou o secretário, com objetivo de evitar especulações acerca do direcionamento do dinheiro.

Maurílio Fontes

Editor do Alagoinhas Hoje

Exclusiva

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje