População de Alagoinhas reivindica investimentos públicos em atividades culturais – Exclusiva

Cidade com grande tradição cultural, Alagoinhas regrediu nos últimos anos por falta de investimentos públicos nas diversas áreas que poderiam construir uma agenda múltipla que abrigasse as suas várias manifestações culturais.

A pesquisa da empresa TECNODADOS, que avaliou a administração municipal, captou as percepções dos alagoinhenses em relação ao segmento cultural.

Para 22,40% dos entrevistados, os investimentos públicos deveriam ser direcionados ao teatro. Cerca de 16,50%  dos entrevistados entendem que o artesanato precisa ser priorizado. O incentivo à cultura popular, a exemplo do samba de roda e terno de reis, é reivindicado por 15,70 % da amostra de 508 entrevistados.

Outros números revelam a seguinte composição das demandas culturais da população: cinema, 13,80%; leitura, 11,60%; shows de música popular, 7,90%; museu, 7,90%; pintura, 2,20%; artes plásticas, 1,60%; não sabe/não opina, 0,40%.

Com base nestes números, a diretora municipal de Cultura, Jaldice Nunes, poderá estabelecer um conjunto de ações para atender as demandas da comunidade alagoinhense.

O Alagoinhas Hoje publica os números no sentido de colaborar com alguns gestores de segundo escalão, porque sabe que muitos deles  ainda não tiveram acesso a eles.

E não terão, porque as pesquisas sempre ficam restritas ao entorno do prefeito.

O governo não tem interesse em revelar integralmente o que a pesquisa registrou.

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje