Orgulho de ser brasileiro cresce após início da Copa, aponta Datafolha

O aumento do orgulho de ser brasileiro, a melhor expectativa em relação ao poder de compra dos salários e, ainda, a melhoria da avaliação do Brasil como lugar para se viver foram os principais componentes que ajudaram a elevar o IDC (Índice Datafolha de Confiança) neste mês.

O IDC é um índice desenvolvido pelo instituto para aferir o humor geral do eleitorado. Ele varia de 0 a 200 e é calculado a partir de uma cesta de taxas apuradas periodicamente pelo Datafolha. Acima de 100 é positivo. Abaixo disso, negativo. Em abril e maio, estava em 109. Agora subiu para 116.

Provavelmente embalado pela atmosfera positiva da Copa do Mundo, o orgulho de ser brasileiro foi o componente que mais cresceu desde a última pesquisa. Foi de 157, um patamar já alto, para 173.

Respondendo diretamente aos entrevistadores do Datafolha, 85% dos eleitores disseram que têm mais orgulho do que vergonha de ser brasileiro. Em maio, esse grupo representava 75% do eleitorado.

Os sete indicadores que compõem o IDC cresceram neste mês. A expectativa em relação à inflação continua sendo o subindicador mais fraco da cesta, agora com 27 pontos.

A pesquisa Datafolha foi realizada nesta terça (1º) e quarta (2) com 2.857 entrevistas.

Fonte: Folha de São Paulo

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje