No afã de demonstrar pobreza, o PT se trai

A falta de dinheiro no PT parece mesmo ser bem pior do que se imagina. O partido entrou na Justiça com um pedido de antecipação de tutela de não fazer (evitar problemas futuros), pelo qual tentou tirar do Hotel Pestana Marcello Reis, do movimento Revoltados Online, que lá se hospedou para provocá-los (ostensivamente).

A juíza Rita de Cássia Ramos de Carvalho, da 8ª Vara da Fazenda Pública, negou sem entrar no mérito da questão. Por um detalhe: o PT pediu também assistência judiciária gratuita. Ou seja, não tinha dinheiro nem para pagar o advogado.

Ora, isso é a confissão da indigência plena. E juntando esse fato com o de Lula ter feito em discurso aberto o pedido para a militância do partido voltar a pagar os dízimos (contribuições mensais), o PT adota uma estratégia que tem implícito um gol contra monumental: também é a confissão de que os cofres do partido eram irrigados com dinheiro do petrolão.

Ou, então, por que depois da Lava Jato os cofres ficaram tão vazios?

Pela metade — O PT até estimou gastar R$ 4,5 milhões no Congresso realizado em Salvador, entre passagens, hospedagens e uma refeição diária para 800 delegados.

No fim, feitas as contas, saiu no lucro. Bastaram apenas R$ 2 milhões.

A bem da verdade — Não era Kim Kataguiri, do MBL, como aqui dissemos, quem estava no Pestana desde o primeiro dia do Congresso do PT e sim Marcello Reis.

Ele foi erroneamente identificado como Kim por seguranças e petistas.

Vaia vingada

O senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP, e Luciana Santos, a congênere do PCdoB, apareceram para prestigiar o Congresso do PT, mas receberam tratamentos bastante diferenciados.

Ciro foi ostensivamente vaiado e Luciana efusivamente aplaudida.

Ontem, ao ver Rui Falcão, presidente do PT, propor a volta da CPMF, um pepista magoado vingou Ciro. Falou para jornalistas:

— Onde já se viu um partido propor aumento de imposto que nem o governo cogitou?

“Proporcionalmente,o setor que mais desemprega hoje no Brasil é a imprensa.É a falta de interessedo público nas mentiras publicadas”
Lula, no Congresso do PT, festejando as demissões de jornalistas nos grandes veículos de comunicação.

Fonte: Coluna Tempo Presente/Jornal A Tarde

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje