Fácil não pagou férias a seus funcionários após dois anos de contrato com a Prefeitura de Alagoinhas

A Fácil Serviços Ltda, empresa responsável pela terceirização de mão de obra para a Prefeitura de Alagoinhas, após dois anos da formalização do primeiro contrato com a municipalidade, ainda não pagou a seus “funcionários”  mais antigos as duas férias a que eles têm direito por lei. Os mais novos, que têm direito a um período de férias, também não receberam.

Os funcionários gozam os 30 dias de férias normalmente, mas o valor não aparece nos contracheques.

Após pressão do sindicato da categoria, a empresa se comprometeu em honrar os débitos relativos às férias até o dia 14 de Junho. Difícil de acreditar, pois existem informações que os salários de Maio de alguns prestadores de serviço não foram pagos integralmente.

O mais intrigante nas trapalhadas da Fácil é a falta de providências da Prefeitura de Alagoinhas, que no papel, apenas no papel, tem diversas alternativas legais para fiscalizar o cumprimento do contrato.

Mas não faz nada, dando a entender que a relação com a Fácil é um jogo de compadres e de faz de conta, desrespeitando as pessoas que prestam serviço desde o início do contrato (Abril de 2011) e até hoje não receberam os valores correspondentes às  férias.

O Ministério do Trabalho já deveria ter notificado e multado a empresa por descumprimento das leis trabalhistas.

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje