BATE PRONTO 42

A audiência pública realizada hoje na Assembleia Legislativa estabeleceu um novo marco na luta em defesa da ferrovia em território baiano. Para nossa satisfação, Alagoinhas saiu na frente de todos os outros municípios cortados pela malha ferroviária. As discussões foram relevantes e a partir de hoje novos caminhos se abrirão. Alagoinhas tem noção de seu protagonismo e não pode ocupar posição secundária nesta luta.

Até a próxima coluna.

Audiência Pública I

Mais uma vez o deputado federal Luiz Argôlo (PP) esteve ausente de um evento no qual os interesses de Alagoinhas foram discutidos e defendidos por parlamentares e representantes de diversas instituições. O Alagoinhas Hoje registra o fato. Apenas isso. Não persegue o deputado, mas deseja que o discurso do jovem legislador esteja em consonância com sua prática. Ou com suas repetidas ausências.

Audiência Pública II

Doze vereadores alagoinhenses estiveram presentes: Jorge Mendes, José Cleto, Raimundo Mutuca, Edilon Ramos, Caio Ramos, Radiovaldo Costa, Luiz Sérgio (Memo), Roberto Torres, Raimunda Florêncio, Gilson (do SAAE) Guimarães, Luciano Sérgio e Djalma Santos. Aqueles que não compareceram devem explicações aos cidadãos de Alagoinhas.

Audiência Pública III

Deputados estaduais presentes: Herbert Barbosa, presidente da Comissão de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo da Assembleia Legislativa, Joseildo Ramos, Paulo Azi, Aderbal Caldas, Bira Coroa, José Raimundo Fontes, Maria Del Carmen, Maria Luiza Laudano, Ivana Bastos. Todos discursaram em defesa de Alagoinhas e região. No decorrer da audiência, a questão ganhou contornos estaduais e a instalação de uma frente parlamentar em defesa das ferrovias baianas foi proposta.

Audiência Pública IV

Jean Mafra dos Reis, Superintendente de Infraestrutura e Serviços de Transporte Ferroviário de Cargas (Sufer) da ANTT, fez apresentação sobre aspectos da Resolução 4131 e praticamente todos os oradores que se seguiram consideraram que sua fala estava em completa discordância do texto da agência reguladora.

Audiência Pública V

José Osvaldo Cruz, gerente de Relações Institucionais da Ferrovia Centro Atlântica, afirmou que a empresa está buscando novos clientes e não pretende paralisar suas atividades na Bahia, incluindo o trecho de Alagoinhas. “Vamos honrar os contratos existentes e nossa equipe está buscando clientes de diversos segmentos”, disse Cruz.

Audiência Pública VI

O deputado Paulo Azi considerou equivocada a privatização da rede ferroviária realizada no governo de Fernando Henrique Cardoso e salientou que os governos petistas não a cancelaram. Azi afirmou que o governador Wagner, maior representante político do estado, precisa fazer sua parte em defesa dos interesses baianos nesta importante questão para o desenvolvimento econômico da Bahia. 

Audiência Pública VII

O prefeito de Catu, Geranilson Requião (PT), e cinco vereadores também estiveram presentes. Não falaram, mas com suas presenças reforçaram a luta em defesa da região de Alagoinhas, que a partir de hoje se encorpou e ganhou mais apoiadores. Os prefeitos de Aramari, Pojuca, Mata de São João e Camaçari não apareceram. Do Recôncavo, nenhum prefeito. Apenas um representante do prefeito de Cachoeira.

Audiência Pública VIII

Em seu discurso, a professora Iraci Gama demonstrou grande indignação em relação à resolução da ANTT, registrou a vinculação histórica e econômica de Alagoinhas com a ferrovia, além de ter cobrado a readequação do texto da agência reguladora de transporte, que autoriza a desativação de trechos ferroviários.

Audiência Pública IX

Outros oradores também contribuíram para a qualificação do debate: o engenheiro Rafael Vasconcelos discordou do novo trajeto proposto pela ANTT, que se distancia do litoral e deixa Alagoinhas ao largo da ferrovia. Para ele, ao contrário do que tem sido dito, até Feira de Santana não será o centro da nova malha; Paulino Moura, do SINDIFERRO, defendeu a manutenção dos empregos dos trabalhadores ferroviários da Bahia e Sergipe.

Audiência Pública X

O prefeito Paulo Cezar, o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, André Nunes, e o subsecretário de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Fernando Aranha, representaram a Prefeitura de Alagoinhas na audiência pública realizada hoje pela Comissão de Infraestrutura da Assembleia Legislativa.

Audiência Pública XI

O Alagoinhas Hoje foi o único veículo de comunicação do município que realizou a cobertura da audiência pública. Cumprimos o nosso papel e desde o início estivemos na defesa de Alagoinhas. Aliás, apenas para lembrar, a primeira matéria em órgãos locais de imprensa foi veiculada aqui no site. Basta conferir.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje