BATE PRONTO 33

A coluna chega à sua trigésima terceira edição, número emblemático para muitas pessoas. A audiência revela que sua permanência é importante para fidelizar os leitores mais antigos e agregar novos interessados naquilo que se passa nos bastidores da politica e da administração de Alagoinhas.

A publicação da coluna amplia imediatamente os acessos às páginas do site, que em tempo real são acompanhados pelo editor do Alagoinhas Hoje.

Boa leitura e até a próxima coluna.

Primeira

A volta da Catuense à Primeira Divisão, segundo uma fonte, teria contado com um adjutório da Prefeitura de Alagoinhas. Na negociação, alguém de alto coturno prometera mudar a linha editorial da rádio 93 FM, emissora da família do patrono do time de futebol. Não mudou, mas o acesso foi atingido.

SAAE I

A situação do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) é preocupante e os funcionários querem uma auditoria para checar o que de fato acontece no breu das tocas. A direção resiste, porque auditoria é igual a CPI: sabe-se como começa, mas o último capítulo nunca é previsível.

SAAE II

A Comissão de Vereadores que faria o acompanhamento da situação da autarquia não saiu do papel, embora o presidente do legislativo tenha demonstrado certo interesse em sua institucionalização. Mas nada andou até agora e nem andará, porque o governo não tem vontade política para desvendar a caixa preta na qual se transformou o SAAE.

Conferência I

Sem divulgação de massa, a SEDUC marcou a Conferência Municipal de Educação para hoje e amanhã. Os professores foram avisados na última sexta-feira, mas faltava convocar a comunidade, pré-requisito importante para a consecução dos objetivos da conferência. Sem outra alternativa, a SEDUC remarcou a atividade para os dias 22 e 23 de Julho. Quem compõe a Comissão Organizadora? Faltou planejamento.

Ouvidor I

Sem citar o nome do editor do site, o ouvidor geral da Prefeitura de Alagoinhas, Jessé Bico de Pena, fez críticas  na semana passada a um blogueiro da cidade em uma emissora da rádio. Disse que a Ouvidoria funciona plenamente. Ótimo, se for verdade, mas difícil de acreditar. Melhor seria apresentar o relatório semestral de atividades.

Ouvidor II

Sem qualquer resiliência, Bico de Pena atacou um ouvinte que questionou as nomeações da atual e da ex-esposa no cabide dos cargos de confiança da Prefeitura de Alagoinhas. De maneira nada impoluta, ele afirmou com todas as letras que na condição de presidente do PTC negociou com o governo os dois cargos. E mais: que tinha o direito de fazê-lo.

Secretaria

Informações repassadas ao Alagoinhas Hoje indicam que alguns privilégios estão sendo concedidos indevidamente a servidores municipais, ferindo frontalmente a legislação que define o que é possível e o que não é permitido. Com o beneplácito do titular da pasta, ao arrepio da lei, uma secretaria está oferecendo benesses e praticando ilegalidades. Uma conta que não fecha e que vai merecer em breve a atenção do Ministério Público.

Centro

A instalação de um Centro de Zoonose em Alagoinhas é urgente e a questão dos animais soltos nas ruas exige atenção do governo municipal, que não pode mais fingir que o problema é irrelevante. O crescimento da cidade é muito bem vindo, mas impõe ações públicas em diversas áreas, incluindo o cuidado com a transmissão de doenças pelos animais.

Anjos

A Fundação Anjos de Quatro Patas é o verdadeiro centro de zoonoses de Alagoinhas, porque cuida de cachorros e gatos recolhidos nas ruas. Mas o apoio oficial é pequeno e a sociedade ainda não acordou a respeito da importância da instituição. Amanhã, às 8 horas, em frente ao Paço Muncipal, haverá manifestação em defesa da continuidade do trabalho da fundação, que terá que sair de suas instalações da Luiz Viana/Severino Vieira, após ser notificada pelo Ministério Público.

Narandiba

Após a manifestação de parte da comunidade de Narandiba, que fechou a estrada na semana passada, o governo municipal se movimenta e alguns de seus representantes se reúnem hoje à noite com os moradores da localidade. Governo que age reativamente acaba criando problemas para si mesmo. Estar à frente dos acontecimentos é a melhor receita, mas parece que ser proativo não é uma habilidade da atual administração em se tratando da resolução de situações simples, que não exigem muito esforço e nem grandes investimentos.

 

 

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje