BATE PRONTO 22

A vigésima segunda edição da Coluna Bate Pronto traz notas variadas e informações sobre algumas coincidências, que podem ser apenas meras e simples coincidências, relativas às atividades da Fácil Serviços Ltda em Alagoinhas. A empresa é responsável pela “terceirização” de mão de obra para a administração municipal. O contrato milionário com a prefeitura precisa ser mais transparente porque envolve recursos consideráveis, na casa dos milhões de reais.

Sessão I

Situação ainda não superada, a polêmica sessão da Câmara de Vereadores do dia 27 de Dezembro de 2012 continua na berlinda e poderá ser cancelada. O cancelamento determinará a suspensão de todos os efeitos dos projetos de lei aprovados e sancionados pelo prefeito Paulo Cezar. A reforma tributária é uma das leis que poderá ficar sem validade. Haja trabalho para devolver o dinheiro cobrado indevidamente dos contribuintes.

Sessão II

A Câmara de Vereadores foi notificada pelo Ministério Público, mas o conteúdo permanece secreto. O vereador Luciano Sérgio (PT) tentou ter acesso à notificação, mas a direção da Casa optou por manter em sigilo absoluto o documento. Há algo a esconder? Quanto mais transparência melhor.

Sessão III

Na sessão de amanhã da Câmara de Vereadores serão votadas as contas da Prefeitura Alagoinhas relativas a 2011. A maioria governista, mesmo que bipolar, certamente aprovará por larga maioria as contas sob a responsabilidade de Paulo Cezar.

Ouvidoria

O site continua aguardando o relatório quadrimestral da Ouvidoria da Prefeitura de Alagoinhas. Junho já está quase na metade e até agora nenhuma informação quanto à produtividade da Ouvidoria.

Comunicação I?

A Secretaria Municipal de Comunicação embaralhou as cartas e comunicou de forma amadora a instalação do setor de neurocirurgia do Hospital Dantas Bião. No texto da SECOM, a subsecretária municipal de Saúde de Alagoinhas, Ivone Oliveira, é citada, mas na foto estão o prefeito Paulo Cezar, o secretário estadual de Saúde, Jorge Solla, e Reginaldo Paiva, secretário municipal de Saúde.

Comunicação II?

O deputado Marcelo Nilo (PDT) fez o comunicado ao prefeito e à subsecretária de Saúde pessoalmente, por intermédio de telefone ou e-mail? Se foi pessoalmente, a foto dos três é que deveria ter “ilustrado” a matéria. 

Sinaleiras

Se já não bastassem os problemas causados pelo “Transtornário”, diversas sinaleiras estão sem funcionar adequadamente em Alagoinhas, ampliando a via crucis dos motoristas que se arriscam em trafegar pelas ruas centrais da cidade. Todos enfrentam um verdadeiro caos.

Fácil I

Muitas coincidências cercam o contrato da Fácil com a Prefeitura de Alagoinhas. O site continua apurando alguns indícios que podem levar pessoas minimamente inteligentes a muitas suposições. Por enquanto, apenas suposições, mas que podem ganhar mais consistência no decorrer da elaboração de futuras matérias.

Fácil II

O médico responsável pelo exame admissional de Cleide Silva de Souza na Fácil foi Dr. Luiz Rabelo, pai do secretário de Governo da Prefeitura de Alagoinhas, João Rabelo, que a trancos e barrancos voltou a ter força aparente na administração de Paulo Cezar. Rabelo, o filho, é, segundo uma fonte, um dos gestores do contrato entre a prefeitura e a prestadora de serviço e já colocou muita gente para trabalhar na empresa. Tem grande prestígio com os “donos”.

Fácil III

Dr. Luiz Rabelo, no exercício de sua profissão, em relação à qual não pairam quaisquer dúvidas ou suspeitas, foi responsável durante determinado período de tempo pelos exames admissionais e demissionais das empresas pertencentes ao empresário Lutefledo Carmo Filho. Mera coincidência.

 

 

 

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje