BATE PRONTO 125

A aprovação do relatório da CPI do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), que aconteceu ontem (15) na Câmara de Vereadores de Alagoinhas, representou uma derrota marcante nos últimos dias dos governos Paulo Cezar. O prefeito e a maioria parlamentar mantiveram relação de certa docilidade ao longo de oito anos e as vontades do alcaide sempre prevaleceram à custa de muita conversa e de outros penduricalhos não visíveis. Ontem, apesar do placar apertado, o prefeito perdeu a partida.

Agonia I

Diálogo telefônico, após a votação do relatório da CPI do SAAE, entre um vereador e o secretário de Governo da Prefeitura de Alagoinhas, João Rabelo, operador político de Paulo Cezar: “João, botei para f…… veneno vai, veneno vem. Não tive apoio do governo”. Como o celular não estava no sistema viva voz não foi possível saber quais foram os argumentos que Rabelo utilizou.

Agonia II

A tendência é que a agonia de Paulo Cezar aumente no próximo ano. É bom lembrar que os vereadores da nova legislatura, incluindo os seis reeleitos, serão os responsáveis pela análise (quase nunca realizada) e votação do parecer do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) das contas do exercício de 2016, último ano de PC no comando da Prefeitura de Alagoinhas.

Agonia III

E haja agonia. Ontem (15), um dos maiores defensores de Paulo Cezar, em conversa com o editor do Alagoinhas Hoje, fez a seguinte afirmação: “Não estou (mais) com PC. Isso aqui é jogo de conveniência. Não sei se serei oposição ou situação. PC não criou as condições para que um ou mais vereadores façam a defesa de seu governo no plenário”. A franqueza agradou. O conteúdo apenas demonstrou que a política é jogo quase sem regras.

WhatsApp I

Está no WhatsApp pessoal do editor do Alagoinhas Hoje a seguinte informação, cuja fonte será preservada: Sônia Fontes já estaria enfrentando resistências do grupo vitorioso em Santo Antônio de Jesus. Os insatisfeitos querem saber como foi sua passagem por Alagoinhas. Esta novela sonista nunca acaba. Embora tenha sido indicado como fonte mais confiável para dar as informações requeridas, o editor do AH preferiu não se envolver nesta questão santo-antoniense.

WhatsApp II

Em um mundo conectado e interconectado, o prefeito eleito Joaquim Neto é um caso à parte: ele não tem WhatsApp. Mas precisará se adequar aos aplicativos dos celulares.

BR-101

O deputado federal Paulo Azi (DEM) informou ao Alagoinhas Hoje que conseguiu na Comissão Mista de Orçamento mais R$10 milhões para a duplicação da BR-101, entre a divisa de Sergipe e a BR-324, nas proximidades de Feira de Santana. Alagoinhas será uma das cidades beneficiadas com a duplicação. Agora, o total disponível para a obra é de R$100 milhões. 

ISM

A executiva peruana Cecilia Maguinã, que esteve à frente da operação da ISM, cuja fábrica é em Alagoinhas (única no Brasil), deixou o grupo e retornou para Lima.

Nepotismo

Secretário municipal já anunciado estaria querendo levar para a pasta que comandará, dois primos que ocuparam cargos de confiança no segundo governo Paulo Cezar. O prefeito eleito Joaquim Neto avisou que não aceitará as indicações familiares.

Conversa

Na última quarta-feira (14), o prefeito eleito Joaquim Neto (DEM) e a vice-prefeita eleita Iraci Gama (PV) conversaram longamente. A coluna não conseguiu apurar o teor do diálogo, mas a conversa já era mais do que necessária. Iraci teve papel importante na vitória de Joaquim que ultrapassa em muito o mero somatório de votos.

Moringuinha

Também conhecido como Dadai, Moringuinha, uma das pessoas mais ligadas ao prefeito Paulo Cezar, com atuação direta no gabinete da Praça Graciliano de Freitas, que se cuide. Seu apoio a Joaquim Neto não foi aceito nas hostes cezistas e uma feroz senhora estaria à sua procura. Objetivo: dar um murro no agradável e sempre educado Moringuinha. Em tempo: ao editor do Alagoinhas Hoje também foi prometido um murro feminino em pleno Salvador Shopping. Petulância nas alturas, que acabará no dia 31 de dezembro. E Alagoinhas não sentirá saudades. Mas o inverso não será verdadeiro, dadas as facilidades proporcionadas pelo controle férreo do Paço Municipal.

Conversa “para boi dormir” I

Aliados de Paulo Cezar afirmam agora, com a cara mais limpa, que Sônia Fontes não era a melhor candidata. Pergunta-se: os críticos tardios tiveram coragem para enfrentar o chefe na pré-campanha visando bancar outro nome? A resposta é óbvia.

Conversa “para boi dormir” II

Um cezista, em conversa com o editor do AH, fez rasgados elogios ao futuro prefeito. Não houve economia de adjetivos. Ele disse que não quer nada, mas se houver oportunidade …….

Registro

Profissionais de Salvador fazendo consultoria radiofônica defendem um princípio básico: à frente dos microfones só quem tem registro no Sindicato dos Trabalhadores em Rádio, TV e Publicidade do Estado da Bahia (SINTERP). Alagoinhas está cheia de “radialistas” não sindicalizados e sem registro profissional.

Representação I

A Justiça Eleitoral arquivou representação do prefeito Paulo Cezar e de Sônia Fontes contra a Fontes Marketing, Comunicação & Estratégia, empresa proprietária do site Alagoinhas Hoje. Motivo: texto publicado no dia 22 de setembro sobre o cenário pós-eleitoral, mesmo com a vitória da então candidata oficial, no qual se registrava a necessidade de demissões, cortes de cargos de confiança e reavaliação de contratos. Tudo que aconteceu logo depois de 2 de outubro.

Representação II

PC e Sônia tentaram cercear o trabalho do Alagoinhas Hoje, mas não conseguiram. A turma cezista/sonista não obteve êxito na justiça. O editor do AH foi muito bem orientado pelo advogado Gustavo Carmo, amigo de muito tempo, a quem se deve um preito de gratidão.

Des (comunicador)

Ficou mal (e tem jeito de ficar pior?) na fita o (des)comunicador com seus argumentos pífios e linguagem ridícula. Quantas bobagens e (des) comunicações. Para ele, as sombras seriam o melhor remédio. O silêncio lhe cai bem. Mas por questões insofismáveis ele insiste em estar na ribalta. 

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje