BATE PRONTO 123

Uma fonte próxima ao Paço Municipal informa que o prefeito Paulo Cezar anda falando cobras e lagartos de sua ex-candidata ao Executivo. Os impropérios seriam de alta monta e inadequados para quem, há um pouco mais de dois meses, fazia discursos laudatórios sobre a competência da senhora. Coisas da política? O leitor da coluna é o juiz desta resposta.

improperios-bate-pronto-123

Impropérios I

Quem conhece Paulo Cezar sabe que suas análises são mercuriais, circunstanciais, ao sabor do vento e sem profundidade. Parlapatão por excelência, nunca segurou a língua. Contudo, desta vez extrapolou. Falar mal de sua criatura política com impropérios inadequados resvala para algo sem qualificação. Afinal, a escolha da senhora e a aposta na candidatura sonista são coisas que nasceram de sua vontade pessoal. O mais digno, passada a eleição, seria o silêncio.

Impropérios II

Nos bastidores, uma discussão entre a primeira dama e a ex-candidata oficial, na tarde de 2 de outubro, é dada como certa e o enredo não teria sido nada edificante. As partes, como de costume, negarão o confronto verbal, mas há quem jure de pés juntos que é a pura verdade. “Amizade” construída em bases artificiais – a busca pelo poder –  não poderia prosperar.

Famílias

Famílias tradicionais aninhadas nos dois governos do prefeito Paulo Cezar estão vendo o tempo passar sem nenhuma perspectiva de abrigo na administração de Joaquim Neto. Quando questionado sobre o assunto, o prefeito eleito dá voltas e desconversa. Mas fonte da coluna garante que ele foi procurado. Tem muita gente contando carneirinhos nas noites insones à espera de 1º de janeiro de 2017.

Fonte

E por falar em fonte da coluna, uma terceira informação confirma que o vereador Juracy Nascimento (DEM) fez referência à sua forma de tratar as futuras críticas recebidas da imprensa. Ele nega. O Alagoinhas Hoje mantém o conteúdo de duas notas veiculadas na coluna Bate Pronto 122. Dobrar a espinha para quem quer que seja nunca foi nossa postura. Que na verdade, é  falta de coragem de muita gente da imprensa e medo de fantasmas.

Imprensa

Tem gente da imprensa lutando para manter os cargos da parentada na administração municipal. Os cargos foram dados em troca do silêncio microfônico? Ou os parentes são realmente competentes? 

Bastidores

Muitos aliados, em off, estão reclamando das escolhas de Joaquim Neto para o primeiro escalão. Três nomes são os mais criticados. O Alagoinhas Hoje, em função das solicitações de sigilo, não pode divulgá-los, mas as insatisfações existem e são latentes.

Calu

Se o editor da coluna fosse jogador proporia uma aposta: Quais as chances de aparecerem nomes de parentes de ocupantes de cargos de confiança da Prefeitura de Alagoinhas na lista dos contemplados do conjunto Linha Verde?

Urupiara

Na lista dos contemplados do Residencial Urupiara, segundo fonte da coluna, tem pelo menos um parente de gente ligada diretamente ao programa habitacional Minha Casa, Minha Vida. Os fatos se repetem e ninguém toma providências.

Apoio

Ao se envolver diretamente na eleição para a presidência da Câmara de Vereadores, o prefeito eleito Joaquim Neto conseguiu pelo menos dois votos para Roberto Torres. A derrota de Torres, bastante improvável, mas não impossível, seria uma grande derrota do futuro chefe do Executivo, que deve ter calculado as consequências da articulação direta e à luz do dia.

Campanha

Sem descanso, o prefeito Paulo Cezar, que vive seus últimos dias de poder, já pensa e age como candidato. O mais provável, mas ainda não definido, é a candidatura à Assembleia Legislativa em 2018.

Candidaturas

Em 2018, o voto dos eleitores de Alagoinhas será disputado pelo deputado Joseildo Ramos (PT), Radiovaldo Costa (Rede), Paulo Cezar e o candidato do prefeito Joaquim Neto. Será uma eleição emblemática, que definirá o cenário de curto prazo na política local. A tendência é que Joseildo Ramos e Paulo Cezar sejam candidatos no arco partidário de alianças que trabalhará para a reeleição de Rui Costa. O candidato de Joaquim certamente estará perfilado à candidatura demista. Radiovaldo Costa ficará flanando, possivelmente sem candidatura majoritária estadual. As análises, frise-se, estão no campo das possibilidades. Tudo pode mudar.

Secretariado

O anúncio dos últimos nomes do secretariado de Joaquim Neto acontecerá nos próximos dias. Um nome cezista de peso poderá estar na lista do primeiro escalão. E mais: em secretaria estratégica.Pode, Freud?

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje