BATE PRONTO 12

Que o prefeito Paulo Cezar não tem o domínio da língua portuguesa é fato. Que usa expressões esdrúxulas em momentos formais, a cidade sabe. Alguns pensam que neste folclorismo barato reside uma das explicações de seu sucesso eleitoral. Com seu jeito manso, enviesado, ele desmerece, ou pelo menos tenta fazê-lo, aqueles que não concordam com suas maneiras histriônicas e descortinam seus reais interesses camuflados sob a personalidade “do menino pobre do marechal”.

Ele gosta de adjetivar seus oponentes políticos e a imprensa comprometida com a verdade. Será adjetivado com todas as letras.

Malcriado I

Sem ter como combater as matérias do Alagoinhas Hoje, o prefeito Paulo Cezar chamou o editor o site de “menino malcriado” em conversa que manteve com um jornalista de Salvador, editor de importante coluna.

Malcriado II

Ele até mereceria um agradecimento, não fosse a tentativa de minimizar o trabalho do site com a denominação que imputou a mim. Eu sei, a cidade sabe, todos nós sabemos as críticas consistentes que o Alagoinhas Hoje tem feito ao governo do prefeito Paulo Cezar.

Malcriado III

O trabalho do Alagoinhas Hoje não é obra de menino, quanto mais malcriado. Não é também de menino amarelo. É fruto de dedicação, pesquisa, apuração e da credibilidade construída no decorrer de quase três décadas.

Malcriado IV

Um menino malcriado não deveria se constituir em nenhuma ameaça ao governo municipal, tão cheio de próceres e de recursos. Mas rapidamente o Alagoinhas Hoje, porque feito com lisura, se tornou um calo no sapato do governo.

Malcriado V

No dia 22 de Fevereiro, Fernando Aranha, presidente do PDT e subsecretário de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, e João Rabelo, secretário de Governo, tentaram cooptar o editor do site com vantagens econômicas sob o título de parceria. Foram rechaçados de pronto. Não ofereceram valores para comprar balas, o que seria natural em se tratando de um menino. A proposta  girou em algumas dezenas de reais. Na casa dos mil.

Nota

Se o governo entender que a nota Malcriado V é mentirosa, o espaço da coluna estará aberto para que o editor do site seja desmentido. Independentemente do teor do texto da SECOM, a versão oficial será publicada na íntegra.

Posto

O Posto de Saúde sem acesso para cadeirantes está situado na 2ª Travessa do Parque José Dória. Qual o custo de se construir uma rampa de acesso para cadeiras de rodas? Não é apenas incompetência. É falta de humanidade e de respeito às pessoas com necessidades especiais.

Binário

Leitor questiona em e-mail enviado ao site se era momento para começar o Projeto Binário em razão do tempo chuvoso, da aproximação do período do junino, que aumenta o tráfego de pessoas, do caos no trânsito e das complicações causadas no centro da cidade. Ele pergunta: com tantas ruas sem pavimentação, desprovidas de redes de esgoto e sem qualquer infraestrutura o projeto deveria ser prioridade? O governo afirmará que sim. A maior parte da população, que não.

SEDUC

Segundo uma fonte, que solicitou a preservação de seu nome, o secretário de Educação, Caio Castro, teria encaminhado, após denúncia do site, o processo para reaver o dinheiro pago indevidamente à servidora Nadir Rodrigues Florêncio, irmã da vereadora Raimunda Florêncio, que acumulou função na Prefeitura de Alagoinhas com o exercício de cargo de confiança na Secretaria Estadual de Agricultura. Será apenas um floreio do secretário, para inglês ver, ou o processo será finalizado com a penalização da servidora?

“Governeco”

O prefeito Paulo Cezar adora a imprensa encabrestada. Mas chama de jornaleco o impresso que aponta as falhas de seu governo. Ou melhor, governeco. Governinho também seria uma boa denominação. Mas não é um governo de meninos, por que estes são ingênuos, e quem administra a Prefeitura de Alagoinhas, em sentido amplo, sabe muito bem quais são seus objetivos finais. O leitor também sabe.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje