Arrecadação de ISS da Prefeitura de Alagoinhas relativa à atividade petrolífera dobra nos seis primeiros meses do ano

A arrecadação do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) da Prefeitura de Alagoinhas em relação às atividades do segmento petrolífero praticamente dobraram nos primeiros seis meses de 2013 quando comparada com o mesmo período do ano passado.

Em 2013, entre Janeiro e Junho, a arrecadação chegou a R$13 milhões.

O valor foi revelado pelo vereador Radiovaldo Costa na audiência pública realizada na tarde de hoje, na Câmara de Vereadores,  para tratar dos impactos da atividade de petróleo nas comunidades rurais da Guabiraba, Pindobal, Camboatá, Espinho, Conceição e Estevão.

Para Costa, o montante é expressivo e os moradores precisam do retorno das riquezas produzidas em suas localidades. “A administração municipal não reinveste nem parte do valor arrecadado na infraestrutura das comunidades responsáveis pelo incremento da atividade de petróleo, fonte da receita do ISS”, salientou.

Além do imposto, a prefeitura ainda tem direito aos royalties do petróleo extraído no território de Alagoinhas.

O requerimento para a realização da audiência pública é de autoria dos vereadores José Cleto e Radiovaldo Costa.

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje