Investimentos mantêm crescimento da economia baiana acima da média nacional

A Bahia se mantém como a maior economia da região Nordeste, com alta de 4% no Produto Interno Bruto (PIB), registrado no segundo trimestre de 2013, em relação ao mesmo período do ano anterior. Divulgado na última semana, o crescimento acima dos 3,3% do PIB nacional é resultado da atração de investimentos para os setores de agropecuária, indústria e serviços no estado.
Entre 2007 e 2013, 90 novas indústrias foram implantadas no estado, sendo 55 em Salvador e Região Metropolitana (RMS) e 35 no interior, que juntas geraram 34 mil novos empregos. Dos R$ 7 bilhões investidos, 46% correspondem à instalação de empreendimentos em municípios fora da RMS. Já as empresas ampliadas foram responsáveis pela criação de 31,6 mil postos de trabalho, com investimentos de R$ 5,6 bilhões. Somando as 91 indústrias em fase de implantação e ampliação, serão investidos mais R$ 37 bilhões.
A atração de investimentos privados e a interiorização da indústria são responsáveis pela consolidação do desenvolvimento em todo o território baiano, o que resulta em números como o do saldo de 32 mil novos postos de trabalho, registrado no primeiro semestre deste ano, mantendo a Bahia na liderança do da geração de empregos no Nordeste.
“Neste período, a participação do interior do estado contribuiu com mais do que o triplo da criação de postos de trabalho da Região Metropolitana de Salvador (RMS). Enquanto o interior criou 24.219, a RMS criou 7.777 novos postos de trabalho com carteira assinada”, destaca o secretário da Indústria, Comércio e Mineração, James Correia.
 

 

Fonte: Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje