Vereadores apresentam projeto de lei para beneficiar donos de ônibus de Alagoinhas

Os vereadores José Cleto, Roberto Torres, Caio Ramos, Jorge da Farinha e Lenaldo Simões, que compõem a base governista no legislativo municipal, apresentaram conjuntamente o Projeto de Lei Complementar 006/13 que propõe a elevação da gratuidade no transporte coletivo urbano de 60 para 65 anos.

O teor do projeto foi lido pelo primeiro secretário da mesa diretora na sessão ordinária de ontem, antes que ela fosse transformada em sessão especial para discutir questões relativas à desativação da ferrovia.

Após a leitura em plenário, o projeto será encaminhado para a Comissão de Constituição e Justiça.

O artigo primeiro registra o seguinte: “Os idosos com idade acima de 65 anos”.

Desta forma, se não houver revisão, apenas pessoas a partir de 66 anos é que terão direito à gratuidade.

A expectativa é que sua votação seja realizada até a quinta-feira da próxima semana.

Em conversa com o editor do Alagoinhas Hoje, o vereador Arão afirmou que votará contra o projeto.

O vereador Radiovaldo Costa dará entrada hoje em um pedido de realização de audiência pública para tratar da questão do fim da gratuidade, porque entende que uma proposta desta natureza tem que ser amplamente discutida com a sociedade.

Na discussão com segmentos sociais, no mês de Maio, o governo municipal prometeu instalar o Conselho Municipal de Transporte que teria, agora, importante papel nas discussões quanto à manutenção ou não da gratuidade para os idosos.

Os donos de ônibus de Alagoinhas, que ainda não se transformaram em empresários, afirmam que a elevação da idade mínima de 60 para 65 anos proporcionará às empresas mais oxigênio financeiro para fazer face ao congelamento da tarifa.

Pergunta-se:

1) O Conselho do Idoso foi ouvido pelos vereadores que propuseram o projeto de lei complementar?

2) Se a Câmara aprovar o projeto o prefeito vetará ou sancionará?

3) Em que estágio se encontra a instalação do Conselho Municipal de Transporte?

4) A administração municipal concorda com um projeto que beneficia apenas os donos de ônibus?

5) Quais os motivos que levaram os cinco vereadores a apresentar conjuntamente o projeto de lei?

6) Que relação os cinco vereadores mantêm com os donos de ônibus de Alagoinhas?

7) Os donos de ônibus tiveram alguma participação na campanha dos cinco vereadores?

8) Os vereadores foram eleitos para defender o povo ou as causas empresariais?

A sociedade alagoinhense quer as respostas e mais transparência neste momento.

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje