“Terreno cedido à Clínica Vida não pertenceria ao município”, afirma uma fonte do Alagoinhas Hoje

Para complicar ainda mais a situação, uma fonte afirmou ao editor do Alagoinhas Hoje que o terreno cedido pela prefeitura à Clínica Vida não seria de propriedade do município e sim do governo federal.

O proprietário  seria a FUNASA.

Quem  nasceu ou mora há muitos anos em Alagoinhas sabe que do lado da atual Clínica Vida funcionou na década de 70 e em parte dos anos seguintes (década de 80),  a SUCAM, cujos agentes, conhecidos como guardas da SUCAM, trajavam uniforme em tom cinza.

Se a prefeitura cedeu um terreno que não lhe pertence o caso se torna ainda mais grave, porque a administração municipal estaria ingressando no campo da ilegalidade.

A despeito do hermético texto do projeto de lei que tenta justificar a cessão.

É preciso reconstruir o histórico do terreno desde a década de 70 (ou mesmo antes deste período) para que a sua propriedade seja  apurada.

Mas um fato é irrefutável: ao lado da atual Clínica Vida funcionou a SUCAM há muitas décadas.

Isso poderia ser indicativo da propriedade do terreno pelo governo federal.

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje