Site Alagoinhas Hoje completa sete anos – Maurílio Fontes

Na terça-feira (26), o site Alagoinhas Hoje completará sete anos. O que começou com uma ideia, ainda não muito clara e bem delineada, em março de 2012, se transformou em veículo de comunicação importante para a cidade e região.

Optou-se pelo nome para demarcar a antiga vinculação com a cidade e também visando divulgar Alagoinhas no espaço virtual.

A internet, que não tinha a força replicadora de hoje por meio das redes sociais, já era realidade incontestável e muitos sites estavam disponíveis à curiosidade e interesse dos leitores.

Em Alagoinhas, no entanto, faltava cobertura política qualificada, informações de bastidores e coragem para romper com um certo apaziguamento entre os veículos de comunicação e o poder público (Prefeitura e Câmara de Vereadores).

A missão da imprensa não é a de perseguir quem está no comando da máquina administrativa, mas em sentido contrário, também não pode ser a de trilhar o caminho da concordância automática por variáveis que não aquelas vinculadas ao jornalismo de interesse coletivo.

A história não nos condenará pela parcialidade e as leitoras/os leitores reconheceram ao longo dos sete anos de atividades do site Alagoinhas Hoje a importância de publicação de informações exclusivas, que se não fosse o nosso trabalho, ficariam nos bastidores.

Pressões, ofensas, intimidações e toda sorte de tentativas de calar “a voz” do site Alagoinhas Hoje foram colocadas em práticas, às vezes, de formas dissimuladas, noutras, de maneiras claras, que não deixaram dúvidas quanto ao incômodos causados por nossas publicações. 

Enfrentamos o bom combate e o saldo é extremamente positivo. 

Seria cansativo enumerar as dezenas e dezenas de matérias que obtiveram grande repercussão política e atenção dos leitores. 

Basta procurá-las no sistema do site: elas continuam disponíveis aos interessados.

De alguma forma, sem a pretensão de fazermos história, participamos do recente cenário político, econômico e social de Alagoinhas, propagando o nome da cidade muito além das fronteiras baianas e nacionais.

O site Alagoinhas Hoje, segundo estatísticas do Google Analytics, teve e tem leitores em mais de 50 países, com acessos diários, semanais e esporádicos. 

Temos consciência do trabalho que realizamos e clara noção da importância jornalística para a política local.

A eleição municipal de 2016 continuará sendo marco do combate que travamos, contra corrente vigente à época, sem nenhum tipo de perseguição, mas fazendo jornalismo de interesse público, que segundo muitas pessoas, influenciou no resultado da disputa majoritária.

Nos últimos anos (2017 -2019) continuamos a trilhar o caminho do jornalismo de interesse coletivo, nem sempre entendido pelos agentes públicos, com mandatos eletivos ou não.

Aprendemos ao longo dos anos a lidar com as insatisfações, escondidas sob o manto do silêncio conveniente ou enviadas por meio de intermediários. 

O sucesso do trabalho gerou múltiplas cobranças, muitas vezes descabidas, mas também proporcionou o conforto do reconhecimento das leitoras/dos leitores nas ruas de Alagoinhas, no Facebook, WhatsApp e por meio de ligações telefônicas. 

Sem a parceria diária de meu amigo Júlio Augusto o sucesso não teria sido alcançado.

Ele foi e continua sendo importante na trajetória do site Alagoinhas Hoje e ao longo do trabalho jornalístico demonstrou grande habilidade para lidar com as fontes.

Devo citar alguns nomes de incentivadores, mesmo sabendo de antemão que cometerei omissões: Belmiro Deudeste, exemplo de lisura na imprensa, Juscélio Carmo, defensor do trabalho, quando pesada artilharia estava voltada em minha direção, professor doutor Jorge Damasceno, meus pais José Lima Fontes e Maria das Graças Lopes Fontes, a ex-secretária de Comunicação Iamara Andrade, que não interferiu no nosso trabalho, apesar das críticas à segunda administração do prefeito Paulo Cezar, Levi Vasconcelos, de A Tarde, por várias citações do Alagoinhas Hoje em sua coluna diária, Ernesto Marques, vice-presidente da Associação Bahiana de Imprensa (ABI), sempre pronto a nos apoiar, o então deputado estadual Joseildo Ramos, hoje federal, o empresário Luís Cardoso, proprietário da Riobel Distribuidora, segundo anunciante do site, o advogado Gustavo Carmo, atual secretário de Governo e interino da área de Comunicação, que enfrentou duras batalhas ao nosso lado para preservar a liberdade de imprensa, jornalista Tárcio Mota, diretor do Centro de Cultura de Alagoinhas, Roberto Torres, presidente da Câmara de Vereadores, que compreende o trabalho da imprensa, deputado federal Paulo Azi, que com sua costumeira discrição, acreditou na importância do site Alagoinhas Hoje, ex-prefeito Paulo Cezar, que sempre nos procurou com informações exclusivas, vereador Luciano Almeida, fonte e amigo há mais de duas décadas, jornalista Rogério Rocha e equipe da 93 FM, com repercussões radiofônicas de matérias publicadas.  

Por justiça, registro que o prefeito Joaquim Neto, não sendo apoiador de primeira hora, até porque não militava em Alagoinhas, ao longo de seu mandato não interferiu no trabalho e se posicionou contrariamente aos que desejavam que a Prefeitura de Alagoinhas perseguisse e boicotasse o site Alagoinhas Hoje. 

A você leitora/leitor, cujo nome não foi citado, agradecemos o apoio, a energia e os acessos que garantiram a sobrevivência e continuidade do site Alagoinhas Hoje, que se transformou em referência de credibilidade e compromisso com o jornalismo. 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje