Sérgio Moro rebate habeas corpus em favor de Lula

Dois habeas corpus impetrados pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram rebatidos pelo juiz Sergio Moro, coordenador da Operação Lava Jato na primeira instância. Em uma das ações, os advogados pedem a suspensão de processo por suposta parcialidade do magistrado; na outra, solicitam tempo para que possam analisar documentos da Petrobras.

Em manifestação ao ministro Felix Fischer, da 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça, Moro descaracteriza a denúncia de suspeição, ao alegar que a ação está vinculada aos demais casos da Lava-Jato. Segundo o juiz, o depoimento de Leo Pinheiro, ex-presidente da empreiteira OAS, reforça a tese de que o apartamento no Guarujá e as reformas seriam entregues a Lula.

Com relação ao pedido de tempo para análise do material entregue à defesa pela Petrobras, Moro argumenta que os documentos “são de duvidosa pertinência ou relevância para o caso”. E acrescenta que “inexiste base para a pretensão legal de suspender a ação penal para examinar documentos”. Com informações do site da Veja.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje