Secretário da Prefeitura de Aramari preso pela Polícia Federal pode optar pela delação premiada

Preso pela Polícia Federal na Operação 13 de Maio, Juarez Soares dos Santos, secretário de Serviços Públicos de Aramari, teria muito a contar sobre movimentações financeiras da administração municipal.

A afirmação é de uma fonte do Alagoinhas Hoje que conhece os meandros da política de Aramari. Juarez, por conta de um imbróglio na Justiça, está rompido politicamente com o prefeito José Carlos Alves do Nascimento (PDT)  e eles praticamente não se falam. “Ele exerce a função, mas não manda nada e nem tem acesso ao prefeito”, disse a fonte ao site.

Amigos chegaram a sugerir que Juarez optasse pela delação premiada e passasse a colaborar com as investigações da Polícia Federal sobre possíveis desvios de recursos do FUNDEB pela atual administração municipal e empresas “parceiras” na prática delituosa.

O prefeito teria providenciado um advogado para prestar assistência jurídica ao secretário de Serviços Públicos.

Circulam informações, de acordo com outra fonte, que amigos e familiares teriam provas (cheques) de algumas transações ilegais realizadas com recursos do FUNDEB.

Tem muita gente torcendo para que Juarez resolva falar.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje