Secretaria de Infraestrutura não notifica presidente do PDT de Alagoinhas (e subsecretário de Administração) por irregularidades em seu prédio – Exclusiva

CLINÍCA ZEN  4Proprietário da Clínica ZEN, situada na Rua Dantas Bião, nas proximidades do supermercado G Barbosa, Albertino da Silva Alves, conversou com o editor do Alagoinhas Hoje nesta sexta-feira e registrou fatos que estão prejudicando suas atividades profissionais.

A casa onde funciona sua clínica, que por muitos anos pertenceu a Getúlio Cândido, funcionário do Banco do Brasil, também jornalista, está fincada ao lado de um prédio relativamente novo de propriedade do senhor Antônio Fernando Xavier, mais conhecido como Aranha, que preside o PDT de Alagoinhas, exerce função comissionada na prefeitura (é subsecretário de Administração), além de ser um dos articuladores políticos do governo municipal (?).

Há aproximadamente três meses, em pleno horário de funcionamento da clínica, pacientes e profissionais foram surpreendidos pela queda daquilo que até então era considerado pastilha da lateral do prédio. Segundo Albertino, o estrago foi grande no espaço da fisioterapia e da prática do pilates porque o “construtor” colocou na parede material utilizado para piso, que, portanto, é mais pesado.

CLINÍCA ZEN 1Comunicado do fato, Aranha não tomou nenhuma providência, embora tenha constatado in loco os estragos causados às instalações da clínica por sua “construção”. Uma semana depois da primeira queda, outro problema aconteceu: 20 pedras caíram e destruíram o espaço, impossibilitando o funcionamento.

As atividades de fisioterapia e pilates estão paralisadas há quase três meses. “Neste período, meu prejuízo já chega a R$30 mil por conta da interrupção das atividades, contratação de um engenheiro para fazer a perícia e da necessidade de ingressar na Justiça visando reparar meus danos”, revelou Albertino.

Em outra parte do prédio, que fica na direção do estádio Antônio Carneiro, o mesmo problema foi verificado, embora em menor escala: uma “placa” caiu na frente de uma loja de roupas bastante conhecida na cidade. Os transeuntes que passam na calçada poderiam ter sido atingidos.

CLINÍCA ZEN  3Fiscalização

Logo após a primeira queda, Albertino solicitou avaliação de técnicos da Prefeitura de Alagoinhas. Funcionários da Secretaria de Infraestrutura (SECIN) estiveram no local e fizeram a vistoria, constatando, de acordo com o proprietário da clínica, a responsabilidade de Aranha.

Albertino afirmou ao Alagoinhas Hoje que os fiscais da SECIN chegaram a comentar: “Ele está pensando que não vamos notificá-lo só porque é do partido do prefeito”. Dias depois, sem que providências fossem tomadas, ao questionar um fiscal por telefone, ouviu apenas frases evasivas, embora o interlocutor tenha admitido a certa altura da conversa que ele estava certo e Aranha errado.

A Prefeitura de Alagoinhas, para Albertino, deveria ter notificado Aranha e embargado a obra. “Até hoje não fizeram nada e eu imagino que Aranha tenha agido internamente para inibir as ações da fiscalização”, disse.

Sem alternativa, registrou queixa na Delegacia de Polícia de Alagoinhas e Aranha só apareceu na quarta audiência e não aceitou qualquer acordo para resolver a questão. “Ingressamos na Justiça com processo contra Aranha e esperamos que nesta instância os prejuízos sejam arcados por ele”, revelou o proprietário da Clínica ZEN ao Alagoinhas Hoje.

CLINÍCA ZEN  5A garagem da casa também será “desativada”. Outro problema salientado por Albertino, que indica irregularidades na construção, está vinculado a um “desvio de engenharia”: a parede lateral do prédio foi construída sobre o muro da casa, sem o recuo exigido.

A Prefeitura de Alagoinhas foi informada sobre a elaboração da matéria na manhã desta sexta-feira, mas até o fechamento da matéria (às 15h02) a Secretaria de Infraestrutura não se pronunciou acerca do fato envolvendo o presidente do PDT municipal e subsecretário de Administração.

Comentário do site:

Especialista (às avessas) em dar opiniões sobre a vida social e política de Alagoinhas, Aranha deveria, pelas funções que ocupa, agir com ética e lisura. Seus conselhos são inócuos, porque mais do que opiniões, a sociedade exige daqueles que são pagos com recursos do erário exemplos, práticas transparentes e posturas reais. Basta de construtores de factoides. 

Fotos: Clínica ZEN

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje