Prefeito e secretária de Infraestrutura pressionam empresário responsável pelas obras do Loteamento Santa Terezinha e Mãe Cirila – Exclusiva

O prefeito Paulo Cezar e a secretária de Infraestrutura e Planejamento Urbano, Sonia Fontes, estão à beira de um ataque de nervos por conta do desgaste político da administração em razão da paralisação das obras do Loteamento Santa Terezinha e Mãe Cirila, orçadas em R$15.748,359,58 para drenagem, pavimentação e outras ações de infraestrutura das duas localidades.

O empresário foi convocado para conversar hoje em Alagoinhas com o prefeito e a secretária, que exigirão a retomada das obras, mesmo a empresa tendo créditos a receber por obras já realizadas.

Especula-se que os créditos se aproximem de R$1,5 milhão.

Segundo uma fonte que confirmou ao Alagoinhas Hoje o encontro dos três – prefeito, secretária e empresário -, a paralisação das obras tem a administração municipal como a principal responsável.

Como estratégia política, o prefeito e a secretária querem responsabilizar a empresa pela descontinuidade das obras no Loteamento Santa Terezinha e Mãe Cirila.

Jogam a platéia, mas não conseguiram até hoje desatar os nós que impedem a continuidade das obras.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje