O acordo: Marina e o PSB

Emissários do PSB e marineiros da cúpula já tratam, com recato, do anúncio da candidatura de Marina Silva ao Planalto. Os socialistas avaliam que, se não forem de Marina, o naufrágio do partido será total nas urnas. A negociação envolve a manutenção da linha programática acertada entre Marina e Eduardo Campos.

Ela já sinalizou que não substituirá esse acordo pela defesa do programa da Rede. Os mais próximos de Eduardo acreditam que ela também deve se colocar como fiadora dos compromissos assumidos por ele. “Ela não pode fazer campanha contra o Geraldo Alckmin (PSDB) em São Paulo, nem contra o Lindbergh Farias (PT) no Rio”, disse um socialista.

Fonte: Ilimar Franco – O Globo

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje