Nomeação do Secretário de Cultura, Esporte e Lazer gera tensão nos bastidores da política alagoinhense

Vários nomes, nos bastidores da política alagoinhense, são discutidos para assumir a titularidade da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (SECEL) em substituição ao atual secretário, André Nunes, que deixará a pasta em dezembro.  Grupos políticos estão medindo forças, a tensão é grande e muitos desencontros estão acontecendo. O mais interessante: disputa-se uma secretaria quase sem verbas e pouco prestígio no governo municipal. Será que o contracheque de secretário é o único objetivo daqueles que desejam assumir a pasta?

Arnaldo Garrido, cunhado do deputado estadual Paulo Azi, Luiz Carlos Ornellas Barão, ex-secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Pretinho Santana, que foi coordenador de eventos da SECEL no governo João Fiscina, e a ex-vereadora Sônia de Picolé fazem parte da bolsa de apostas para assumir a pasta.

Garrido não tem apoio político, mesmo sendo cunhado (cunhado não é parente, disse Brizola na década de 60) do deputado e nenhuma vinculação histórica e orgânica com a área. Barão já foi secretário e supostamente faria mais do mesmo. Sônia de Picolé, há muito tempo sem cargo eletivo, não terá força política garantir sua nomeação. Pretinho tem proximidade com a cultura, mas também carece de musculatura política no grupo do deputado Paulo Azi. 

Nome forte

Mas o nome mais forte no momento, que conta com forte lobby de parte do grupo de Paulo Azi, “dono” da pasta, é de Roberto Costa, atualmente na direção geral da Câmara de Vereadores de Alagoinhas. Costa já foi comunicado que deixará a Casa em função da eleição do vereador Roberto Torres para a presidência do legislativo alagoinhense.  Na bolsa de apostas, “Robertão”, segundo uma fonte do Alagoinhas Hoje, é no momento o nome que está à frente dos outros e mais propenso a ser indicado ao prefeito Paulo Cezar pelo deputado Paulo Azi. 

Articulações

O prefeito, de acordo com a mesma fonte do Alagoinhas Hoje, estaria fazendo articulações para nomear a professora Iraci Gama Santa Luzia, alegando que o Grupo Chico Reis, ao qual politica culturalmente Iraci pertence, votou em Paulo Azi para a Câmara dos Deputados. Azi, no entanto, trabalha nos bastidores para barrar a indicação de Iraci e assegurar a nomeação de Roberto Costa, que ficará sem função pública e desempregado a partir de Janeiro. O suposto preferido de Azi mantém distância estratosférica da área de cultura. 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje