Jorge Mendes: chegou a vez de ser presidente da Câmara de Alagoinhas?

O fortalecimento da candidatura do vereador Jorge Mendes (PSB) à presidência da Câmara, de acordo com fontes que mantiveram contato com o Alagoinhas Hoje, estaria diretamente vinculado ao apoio e às articulações do grupo do deputado Paulo Azi, que controla alguns votos de vereadores que exercem mandatos e de outros eleitos em 7 de Outubro.

A confusão é geral. A candidatura de Roberto Torres (DEM), filiado ao partido de Azi, não obteve nenhum sinal de apoio do deputado, fortalecido pela vitória de ACM Neto em Salvador. Nos bastidores se diz, inclusive, que o deputado será o candidato preferencial do futuro prefeito de Salvador à Câmara Federal em 2014.  Com boas possibilidades de vitória, frise-se.

O PTC, partido controlado por Jessé Bico de Pena, embaralha o jogo: lançou  a candidatura do vereador eleito José Cleto à presidência da Câmara, que pode contar com apoio de vereadores que assumirão seus primeiros mandatos e esperam demonstrar força logo de início, demarcando terreno.

Algumas incoerências se notam nas articulações, mesmo a política sendo o espaço para conchavos, à primeira vista fora dos padrões: o vereador do PSB, partido da base do governador Wagner, tem apoio do DEM, sigla que faz oposição cerrada  à administração estadual; o prefeito Paulo Cezar não entrou na disputa “prá” valer – algo republicano, entretanto, pouco comum em termos de política interiorana -, mas segundo as fontes contactadas pelo site, supostamente apoiaria um candidato que não agrega absolutamente nada, por razões largamente conhecidas; secretários municipais articulando com Paulo Azi a candidatura de Jorge Mendes sem o consentimento do prefeito (ver post anterior).

Pergunta-se: a determinação do prefeito para que seus assessores parassem com as articulações em favor de uma candidatura foram obedecidas?

Com seu conhecido estilo low profile, Paulo Cezar caminha em águas turbulentas como se nada estivesse acontecendo. Talvez, porque saiba que qualquer um que obtiver a vitória será dócil ao Executivo, como é a regra no Brasil.

Roberto Torres, sem maiores apoios perde força neste momento. Jorge Mendes ganha musculatura para chegar à presidência da Câmara de Vereadores, depois do exercício de quatro mandatos. Será a sua vez?

O PTC age como franco atirador, naturalmente se fortalecendo para negociações que visem a ocupação de espaços na Mesa Diretora e nos cargos estratégicos da administração do poder Legislativo. Mas pode ganhar a presidência.

Segundo pessoas ligadas a Torres, é grande a sua insatisfação com o posicionamento do DEM de Alagoinhas, que optou por outra candidatura.

O deputado Paulo Azi não atendeu ligação do site para registrar seu posicionamento neste imbróglio legislativo.

Maurílio Fontes

Editor do Alagoinhas Hoje

Exclusiva

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje