Jorge da Farinha: o grande perdedor do embate legislativo e social na questão da mula Luana – Opinião – Maurílio Fontes

Embora tenha vencido numericamente na votação das moções de aplausos às instituições que apoiaram a cavalgada da mula Luana, que aconteceu no dia 10 de Março, o vereador Jorge da Farinha foi o grande derrotado do embate legislativo e social.

Uma verdadeira vitória de Pirro.

Quando eleito, o vereador torna-se o representante de todos os munícipes e não apenas do segmento que votou nele.

Jorge da Farinha, que não cedeu às ponderações de muitas pessoas para retirar de pauta os requerimentos, aparentemente quis demonstrar que, de fato, tem farinha no saco, não está na Casa para atender apenas aos interesses daqueles que estiveram com ele na campanha e sim de todo o conjunto da sociedade.

Que ele represente os “muleiros”. Nada contra. Mas que o vereador amplie sua atuação e passe a representar interesses reais da cidade e não caia na tentação midiática de querer aparecer exageradamente com ações que chegam às raias do ridículo.

Segundo uma fonte que conversou com o editor do Alagoinhas Hoje, o vereador está contente, nas nuvens, porque acha que a repercussão do caso foi favorável a ele.

Completo erro de avaliação.

Ele foi o grande derrotado, porque demonstrou inflexibilidade e levou o caso à ferro e fogo. Retroceder, em algumas situações, caro vereador, é sinal de grandeza e não de pequenez.

A maioria dos vereadores da Casa (11) registrou o descontentamento com as proposições de Jorge da Farinha. É um número eloquente, embora os conchavos e acertos de bastidores tenham garantido a “vitória de Pirro” do ex-presidente.

A Câmara de Vereadores, apesar de apenas seis terem concordado com as proposições “farinhescas” , saiu menor do episódio.

Qual o tamanho da Casa Legislativa? Será o tamanho da mula Luana?

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje