‘Intervenção’ do MEC suspende edital para transgêneros em universidade baiana, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira, 16, que a Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) cancelou o edital aberto para transexuais, travestis, intersexuais e pessoas não-binárias, após intervenção do Ministério da Educação (MEC). Instalada em maio de 2011 no estado do Ceará, a instituição de ensino tem campus em São Francisco do Conde, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

O anúncio do cancelamento foi feito por Bolsonaro em sua página no Twitter. “A Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (Federal) lançou vestibular para candidatos TRANSEXUAL (sic), TRAVESTIS, INTERSEXUAIS e pessoas NÃO BINÁRIOS. Com intervenção do MEC, a reitoria se posicionou pela suspensão imediata do edital e sua anulação a posteriori”, disse em publicação feita nesta tarde.

Jair M. Bolsonaro 

@jairbolsonaro

A Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (Federal) lançou vestibular para candidatos TRANSEXUAL (sic), TRAVESTIS, INTERSEXUAIS e pessoas NÃO BINÁRIOS. Com intervenção do MEC, a reitoria se posicionou pela suspensão imediata do edital e sua anulação a posteriori.

12 mil pessoas estão falando sobre isso
Procurada por A Tarde, a diretora do Campus do Malês, em São Francisco do Conde, Mirian Reis, disse ter sido surpreendida com a notícia dada pelo presidente da República.

“Acabei de ver o Twitter. Estou na esperança de que seja fake news”, afirmou, com tom de incredulidade. Ela afirmou também que buscará informações junto à reitoria da universidade, no Ceará, para entender o ocorrido.

No entanto, Mirian destacou que as universidades têm autonomia para implementar políticas afirmativas, como o caso do vestibular cancelado pelo MEC.. “As políticas de acesso à universidade fazem parte da prerrogativa constitucional da autonomia universitária”, relembrou.

Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) é sediada no Ceará, mas tem campus em São Francisco do Conde (Foto: Raul Spinassé | Ag. A TARDE | 30.1.2019
Universidade da Integração da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) é sediada no Ceará, mas tem campus em São Francisco do Conde (Foto: Raul Spinassé | Ag. A TARDE | 30.1.2019

O edital exclusivo para transgêneros (as) e intersexuais foi anunciado pela Unilab no dia 10 de julho para cursos de graduação presencial ofertados pelos Campi do Ceará e da Bahia.

O ingresso dos aprovados aconteceria no semestre 2019.2, com início previsto em 30 de setembro de 2019. Ao todo, estavam disponíveis 120 vagas, sendo 69 para o Ceará nos seguintes cursos de graduação: Administração Pública (5), Agronomia (2), Antropologia (10), Ciências Biológicas (2), Enfermagem (6), História (10), Humanidades (10) Letras/Língua Inglesa (1), Letras/Língua Portuguesa (3), Matemática (3), Pedagogia (8), Química (4), Sociologia (5). Já para a Bahia, seriam 51 vagas nos cursos de Ciências Sociais (8), História (8), Humanidades (8) Letras/Língua Portuguesa (9) Pedagogia (8), Relações Internacionais (10).

 

Fonte: A Tarde

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje

Menu de Topo