“Grupo Chico Reis” perde quatro componentes – Exclusiva

O Grupo Chico Reis, assim intitulado pelo respeito à figura do ex-prefeito de Alagoinhas e por sua reconhecida inteligência, ainda hoje filiado ao PDT, ficará desfalcado de quatro componentes, que optaram em sair do bloco político na tentativa de manter seus cargos de confiança na administração municipal.

Segundo confidenciou uma fonte ao Alagoinhas Hoje, Vilno Araújo, José Pereira dos Santos (Cabaru), Cezar Carvalho de Oliveira e Edvan da Conceição Pereira já formalizaram a saída do grupo.

Os quatro cargos e mais a Secretaria de Governo, quando Juscélio Carmo exercia a  titularidade da pasta, eram considerados as cotas do Grupo Chico Reis na administração.

Um dos quatro “ex-chiquista” disse ao editor do Alagoinhas Hoje no final de Dezembro que deixaria o governo junto com Juscélio Carmo porque “era homem de grupo”.

Mudou de opinião ou sua opinião foi mudada. E diga-se, muito rapidamente.

A saída pode ser atribuída à rota de colisão entre o Grupo Chico Reis e a direção local do PDT?

Só os quatro “ex-chiquistas” é que podem revelar as motivações que os levaram a formalizar o desligamento do grupo.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje