Governo ignora nomeação de concursados e Paulo Azi critica descaso com a Educação

A despeito da decisão favorável do Tribunal de Justiça da Bahia ao Mandato de Segurança Coletivo movido pelo partido Democratas, até o momento o Governo do Estado não realizou a nomeação dos concursados de 2008 para o cargo de Coordenador Pedagógico.

Por força do mandado de segurança, as secretarias de Educação e Administração ficaram obrigados a nomear os candidatos que alcançaram classificação dentro das 800 vagas fixadas pelo Edital, sob pena de os titulares das referidas pastas sofrerem multas diárias.

Os concursados reclamam que investiram, inclusive, cerca de R$ 700 em exames médicos e documentos pessoais apresentados obrigatoriamente no ato convocatório, sem qualquer retorno até agora. “Essa atitude frustra direito já devidamente reconhecido pelo Tribunal de Justiça e revela, mais uma vez, o desrespeito e o descaso do governador aos interesses da educação pública de qualidade”, critica o presidente estadual do Democratas, deputado Paulo Azi.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Democratas

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje