Em nova sede, CAPS III amplia e melhora atendimento a pacientes de Alagoinhas – Exclusiva

CAPS 2

Com equipe composta por três psicólogos, dois assistentes sociais, oito enfermeiros, oito técnicos de enfermagem, um terapeuta ocupacional, um educador físico, um farmacêutico, dois médicos psiquiatras, um médico clínico, um cozinheiro, quatro agentes de limpeza e um coordenador administrativo, o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS III) está funcionando desde o dia 17 de Junho no Parque Floresta, em frente à Policlínica Municipal.

Segundo o psicólogo Moacir Oliveira Lima, coordenador técnico da CAPS III, os atendimentos acontecem nos sete dias da semana e em regime de 24 horas. O trabalho é voltado para pacientes portadores de neuroses graves, psicoses, ansiedade, fobias, depressão e retardos mentais.

A unidade tem em seu cadastro o registro de 1.405 usuários (termo técnico mais moderno para definir os pacientes atendidos), que a frequentam diariamente, apenas uma vez por semana ou em outro intervalo de tempo, a depender das necessidades detectadas pelos profissionais. “A nova sede oferece condições de potencializarmos as oficinas terapêuticas, fortalecendo o trabalho individual ou em grupo, abrindo perspectivas de integração dos usuários do CAPS III”, afirma Moacir.

MOACIR 1

Outra preocupação da equipe técnica é proporcionar apoio às famílias dos usuários, porque os núcleos familiares são impactados pelos problemas de saúde e também impactam a vida dos pacientes. “Nossas ações buscam assegurar contribuições às famílias para que elas, a partir de um novo olhar, possam ressignificar a representação da doença”, revela o coordenador, acrescentando que “o trabalho com os usuários é realizado em aliança com suas famílias, que em determinadas fases rejeitam o doente, negam a doença, sofrem e adoecem juntos com seus parentes”.

As novas instalações do CAPS III, de acordo com Moacir, são adequadas para o desenvolvimento do trabalho técnico e oferecem espaços visando melhorar o atendimento aos pacientes de Alagoinhas, porque o centro é municipal, embora em casos extremos, quando há real necessidade, pessoas de outros municípios são atendidas em situações de emergência.

O coordenador planeja montar oficinas de sabonetes, velas, salão de beleza, horta e a Rádio CAPS, cujo nome já foi escolhido: “Pira Pirados”. “Alguns usuários possuem grande capacidade de aprendizado e as oficinas são importantes ferramentas para o desenvolvimento de suas potencialidades”, garante Moacir.

Um outro objetivo, que já está em prática, é proporcionar ambiente para a alfabetização de pessoas com problemas mentais. Com este intuito, as segundas, quartas e sextas pela manhã 20 alunos assistem aulas do Projeto TOPA. “A educação é  relevante para a inserção social e a construção da cidadania de nossos usuários”, pontua o psicólogo. O professor é cedido pela Secretaria Municipal de Educação.

Ele revela que a equipe está motivada e a expectativa é a melhor possível visando estabelecer ao longo do tempo ações capazes de construir alternativas para os usuários do CAPS III. “Entre Dezembro de 2003, quando obtivemos a autorização para funcionamento, e Junho de 2014, quando a nova sede foi inaugurada, avançamos muito”, salienta Moacir.

Paciente esquizofrênico, Tom Brasil viveu momentos distintos do tratamento oferecido aos usuários: esteve internado no antigo anexo e conviveu com a mudança das práticas, a partir da implantação do CAPS em Alagoinhas. Moacir revela que Tom possuía inteligência acima da média, adotava posturas críticas quanto aos tratamentos dispensados aos pacientes e era um agregador, que sempre impressionou os profissionais com quais mantinha contato.

Segundo Reginaldo Paiva, secretário municipal de Saúde, a mudança do CAPS III para a nova sede, com infraestrutura adequada, faz parte da estratégia de saúde do governo de Alagoinhas, que reconheceu a necessidade de ampliar o atendimento, melhorar as condições de trabalho dos profissionais e oferecer ambiente agradável aos pacientes.

CAPS 1

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje