Desoneração da cesta básica será repassada na terça, dizem supermercados

O repasse para os consumidores da desoneração dos itens da cesta básica e alguns itens de higiene deve começar amanhã, disse nesta segunda-feira (11) o presidente da Abras (Associação Brasileira de Supermercados), Fernando Yamada.

Segundo o executivo, a redução de preços para a carne deve começar em cerca de 6%, mesmo percentual dos itens de higiene e limpeza, e os demais itens da cesta devem cair cerca de 3%. A queda deve chegar aos 9,25% estimados pelo governo em até duas semanas.

Após reunião com o ministro Guido Mantega (Fazenda) para tratar da desoneração, o executivo disse que os supermercados estão empenhados em repassar o benefício. “Comunicamos ao ministro que todo o setor está mobilizado para aplicar a desoneração. Nós queremos realmente aplicar”.

Ontem, o Grupo Pão de Açúcar –maior rede varejista do país– anunciou que sua rede começaria a aplicar hoje a desoneração dos impostos.

REDE NACIONAL

Na sexta-feira (8), a presidente Dilma Rousseff anunciou que o governo zerou os tributos federais que incidiam sobre a cesta básica de alimentos. Em discurso de 11 minutos em cadeia nacional de rádio e TV, ela disse ter reformulado a cesta básica e incluído produtos de higiene pessoal, limpeza e, segundo ela, “de maior valor nutritivo”.

A desoneração de tributos inclui carnes (bovina, suína, aves, peixes, ovinos e caprinos), café, óleo, manteiga, açúcar, papel higiênico, pasta de dente e sabonete, e o impacto anual estimado pelo governo é de R$ 7,4 bilhões –R$ 5,5 bilhões neste ano.

No pronunciamento, a presidente foi direta: “Conto com os empresários para que isso signifique uma redução de pelo menos 9,25% no preço das carnes, do café, da manteiga e do óleo de cozinha e de 12,5% na pasta de dentes e nos sabonetes, só para citar alguns exemplos”.

Fonte: Folha de São Paulo

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje