BATE PRONTO 103

A realização da micareta de Alagoinhas começa, mais uma vez, a gerar polêmica. Os custos da festa, de acordo com aqueles que são contrários à sua realização, seriam o principal entrave. Polêmicas à vista e muitos debates à frente. Até a próxima coluna.

MICARETA DE ALAGOINHAS

Micareta I

Mais uma vez, a micareta de Alagoinhas está causando polêmica. A crise econômica é o principal argumento daqueles que são contrários à sua realização. Os gastos ultrapassariam R$ 1 milhão, valor inconveniente neste momento de crise. A administração municipal, para dirimir dúvidas, precisa se pronunciar e demonstrar se tem condições de realizar a festa.

Tem ladrão

O vereador Jorge Mendes, ex-presidente do legislativo municipal, disse hoje, na sessão ordinária da Câmara de Vereadores, que tem ladrão em todos os partidos. Citou o PT, PMDB e até mesmo o seu atual partido, o PSDB. A fala de Mendes indica que a roubalheira é “democrática”.

Pode ganhar

Ferrenho opositor aos dois governos de Joseildo Ramos (2001-2008), o vereador Jorge Mendes, cujo partido tem pré-candidato à Prefeitura de Alagoinhas, disse em seu discurso desta quinta-feira que o ex-prefeito petista poderá ganhar a eleição majoritária. Mendes causou dupla surpresa: elogiou as administrações de Joseildo, que sempre foram alvos de suas críticas, e admitiu que ele tem chances de vitória. E o pré-candidato do PSDB tem alguma chance, Jorge Mendes?

Assessora?

Mariana Vila Nova, assessora (?) de comunicação da presidência da Câmara de Vereadores, portanto, prestadora de serviço da atual gestão da Casa (leia-se vereador Roberto Torres) não faz questão de se relacionar com a imprensa, atribuição básica de quem assume tal função. Sem experiência na área, ensimesmada e completamente alheia às demandas da imprensa, a assessora presta um desserviço ao invés de trabalhar em prol da boa visibilidade do assessorado.

Bedelho

Gente de alto coturno na administração municipal está metendo o bedelho nos pagamentos aos credores, escolhidos não se sabe a partir de quais critérios. Até mesmo quem tem estômago de avestruz está incomodado com a situação. A insatisfação interna também é grande e a informação vazou, sendo hoje de conhecimento de quem transita no ambiente político. 

WhatsApp

Link da matéria do Alagoinhas Hoje sobre as razões que motivaram a exoneração de José Alfredo Menezes Filho, ex-subsecretário de Administração da Prefeitura de Alagoinhas, foi parar no WhatsApp do prefeito ACM Neto. O demista está monitorando os acontecimentos políticos do município. Alagoinhas é a joia da coroa na microrregião.

Quem não se comunica

Os pré-candidatos à Prefeitura de Alagoinhas ainda não estruturaram seus núcleos de comunicação visando fazer o básico em jornalismo: produzir releases para a imprensa. A desorganização e a falta de visão estratégica são as marcas das pré-campanhas, totalmente amadoras e destituídas do mínimo necessário no atual estágio eleitoral. Não é bom nem falar em marketing político. Não aprenderam uma das lições de Chacrinha, o Velho Guerreiro.

Campanhas

Com transmissão radiofônica e via internet, os discursos dos vereadores de Alagoinhas no plenário da Casa se transformaram em campanhas eleitorais. Os oradores registram suas ações em “benefício do povo” e defendem as candidaturas preferidas para o Executivo. Propaganda fora de época, frise-se, com dinheiro dos contribuintes alagoinhenses.

Audiência

Entre 1º e 30 de abril, o Alagoinhas Hoje foi acessado por leitores de 522 cidades do Brasil e do exterior. Internautas de 49 países “visitaram” as páginas do site neste período. Estados Unidos, Índia e Espanha ocupam a segunda, terceira e quarta posições em termos de audiência. A África do Sul é a última colocada.

Quem quer dinheiro?

Nos bastidores, falando bem baixinho, tradicionais financiadores de campanhas políticas recitam uma frase: “Em Alagoinhas pode dar qualquer um”. Eles acreditam que as  candidaturas de Sônia Fontes (PSB), Radiovaldo Costa (Rede), Joaquim Neto (DEM) e Joseildo Ramos (PT) são competitivas e ninguém arrisca prognóstico. A lei não permite financiamento empresarial, algo para inglês ver, mas o no górdio para dinheiro aparecer é a disputa pelo Executivo municipal, considerada parelha.

Foto: Secretaria Municipal de Comunicação – Prefeitura de Alagoinhas

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje