Audiência Pública discutiu alternativas para a manutenção da ferrrovia

_DSC0044

Deixando de lado os interesses pessoais e políticos, representantes de diversos segmentos da comunidade de Alagoinhas se reuniram hoje na Câmara de Vereadores, a partir das 14h30, com objetivo de discutir alternativas estratégicas para a defesa do município e manutenção do funcionamento da ferrovia que corta a cidade desde meados do século XIX, além de sua revitalização.

A audiência pública foi presidida pelo vereador petista Radiovaldo Costa, autor do requerimento que possibilitou a sua realização.

De maneira unânime, os oradores condenaram a resolução 4.131 da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) que permite a desativação e devolução dos trechos ferroviários entre Alagoinhas/Juazeiro  e Alagoinhas/Propriá (SE), considerados economicamente viáveis.

O Alagoinhas Hoje registra as presenças na audiência realizada hoje: Benedito Vieira, presidente do Sindicato do Comércio, Eraldo Santana, secretário de Agricultura de Catu, que representou o prefeito do município, Paulino Moura, coordenador geral do SINDIFERRO, Juscélio Carmo, representante da Fundação Iraci Gama, deputado estadual Joseildo Ramos, André Nunes, secretário de Cultura, Esporte e Lazer, que representou o prefeito Paulo Cezar, deputado estadual Aderbal Caldas, Iza Oretti, representante do município de Pojuca, Geraldo Almeida, vice-prefeito de Alagoinhas, que representou o deputado federal Luiz Argôlo, Dr. Clóvis Lima, presidente da Associação dos Engenheiros da Leste, Dr, Rafael Vasconcelos, da Associação dos Engenheiros Ferroviários, Ilce Marília, coordenadora do Grupo de Estudos do Trem de Passageiros da UFBA/Ministério dos Transportes, vereadores de Catu, alunos da escola Luís Eduardo Magalhães e representante do Sindicato dos Comerciários.

A professora Iraci Gama apresentou a resolução da ANTT e ressaltou que embora alguns representantes governamentais se posicionem verbalmente afirmando que Alagoinhas não terá perdas, até hoje é o documento da agência  que tem valor legal.

Na quinta-feira, às 13 horas, haverá uma reunião na Câmara de Vereadores com objetivo de elaborar o documento que será entregue ao governador Jaques Wagner, dia 30 de Agosto, quando ele receberá uma comissão de Alagoinhas para tratar especificamente da questão da ferrovia.

Fotos: Marcelo Oliveira

_DSC0052

_DSC0051

_DSC0046

_DSC0045

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje