Araxá prepara centro tecnológico de mineração

O município de Araxá, no Triângulo Mineiro, vai abrir na próxima semana a concorrência para a construção de um centro tecnológico voltado à área de mineração.

O objetivo é desenvolver pesquisas com minerais abundantes na região, como nióbio, fosfato e terras-raras, e também atrair empresas que atuam nesse segmento.

“A ideia, além do desenvolvimento de tecnologias, é capacitar mão de obra para o setor”, diz o secretário municipal de Planejamento Alex Ribeiro Gomes.

O projeto está orçado em R$ 40 milhões.

O governo quer abrigar no local institutos de pesquisa de mineradoras que atuam no município, como a Vale. A empresa confirmou que tem participado de reuniões, mas não deu detalhes.

A mineração representa hoje cerca de 65% da receita anual de R$ 200 milhões de Araxá, segundo Gomes.

Do total a ser investido, R$ 10 milhões já foram usados pelo município nas desapropriações de um antigo hotel – que será sede do empreendimento – e de uma área onde ficarão as estruturas de produção e pesquisa.

Outros R$ 10 milhões serão liberados pelo governo estadual para as obras iniciais de infraestrutura.

“O parque vai criar um ambiente onde poderão surgir start-ups [empresas iniciantes] e centros de pesquisa”, diz Evaldo Vilela, secretário-adjunto de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais.

Fonte: Folha de São Paulo

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje