Fernando Aranha, presidente do PDT, e Juscélio Carmo, secretário de Governo, estão rompidos – Maurílio Fontes – Exclusiva

Nem mesmo o clima natalino, quando boa parte da humanidade se volta para o dia em que o Menino Jesus nasceu, impediu que o presidente do PDT de Alagoinhas, Fernando Aranha, e o secretário municipal de Governo, Juscélio Carmo, travassem uma áspera discussão presenciada por um secretário da prefeitura, que tentou aparar as arestas.

O embate verbal aconteceu nas dependências do Centro Administrativo Municipal (CAM), situado em Alagoinhas Velha.

Em conversa com o editor do Alagoinhas Hoje, Aranha, comandante do PDT, confirmou que dirigiu ao secretário alguns impropérios. Juscélio, também em conversa com o editor, disse que realmente o fato aconteceu, mas que ele não teria revidado verbalmente as agressões, evitando se contrapor ao presidente de seu partido.

Houve, por mais inusitado que possa parecer, convite para que as divergências fossem resolvidas no estilo MMA, tão ao gosto dos brasileiros, no pátio do CAM.

As duas conversas com o editor do Alagoinhas Hoje se deram por telefone, no início da tarde desta quinta-feira, 20, e não foram gravadas. Os dois fizeram acusações mútuas, quase todas situadas no campo da atividade política, que por ser pública, interessa à imprensa – e certamente à sociedade, que paga o salário  de ambos.

Entretanto, como registrado acima, as conversas não foram gravadas e o editor do site, por questões inerentes ao exercício da atividade profissional, se reserva neste momento, e não revelará, por enquanto, o inteiro teor das declarações de ambos. Que  foram contundentes.

Aranha afirmou que não quer a permanência de Juscélio no PDT. Juscélio disse ao editor do site que seu grupo – Chico Reis, Iracy Gama, Dr. Jasmiro, o ex-vereador Gomes, dentre outros – se reunirá para definir as atitudes que vai tomar nos próximos dias. Mas salientou que um líder estadual do partido,com muito prestígio junto ao governador, disse-lhe para ficar no PDT.

Aranha afirmou que não se envolve na relação do secretário com a administração municipal. Para ele, cabe ao prefeito tomar as decisões que achar convenientes.

O fato é que os dois estão rompidos e a convivência partidária se tornou, aparentemente, insustentável. Se os bombeiros não entrarem em ação rápida e cirúrgica, o clima tenderá a piorar no período das festas natalinas.

 

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje