Adeptos de Marina ainda discutem estatuto de nova sigla

Previsto para ser apresentado hoje, o estatuto do novo partido de Marina Silva ainda apresentava pontos divergentes na véspera do evento.

Folha acompanhou parte de uma reunião preparatória para a apresentação, realizada ontem em uma casa de eventos de Brasília. Ao lado de Marina Silva, participaram do encontro a ex-senadora Heloisa Helena e os deputados Walter Feldman (PSDB-SP) e Domingos Dutra (PT-MA).

Há um impasse na questão das doações. Na reunião alguns integrantes levantaram a possibilidade de haver doações só por parte das pequenas e médias empresas. Outros, mais radicais, defendiam uma “campanha de brechó”, da qual só pessoas físicas poderiam fazer doações.

O texto preliminar também restringe as doações de empresas de bebidas alcoólicas, cigarros, armas e agrotóxicos.

Também há controvérsia sobre a validade, de no máximo 16 anos, de mandato para um parlamentar. Alguns fundadores do partido defendem só dois mandatos seguidos.

Sobre a questão de só integrarem “fichas limpas”, alguns dos membros levantaram a possibilidade de se abrir uma brecha para quem tiver problemas com a Justiça em razão de envolvimento com movimentos sociais.

As discussões sobre o estatuto continuam hoje. Com a palavra, Marina Silva disse que não quer um partido para ser candidata à Presidência, mas não descartou a possibilidade de o partido lançar um nome: “Se dentro dessa estratégia uma candidatura, seja lá de quem for, que esteja apto a levar nossas ideias para frente, se colocar, nós vamos até ter candidato”.

HOSPEDAGEM

Para receber os militantes, foram criadas vagas de hospedagem “solidária” em Brasília. “Vou hospedar cinco: dois amigos de São Paulo, dois do Paraná e um do Rio Grande do Sul. Vai ficar bem apertado, porque meu apartamento tem 50m²”, afirma o sociólogo Pedro Piccolo.

Leo Cabral, que abriga três pessoas em seu apartamento, diz que o objetivo é reduzir os custos. “A ideia é tentar ser aberto, não limitando a participação das pessoas por questões econômicas”, diz André Nahur, que abriga um universitário mineiro.

Fonte: Folha de São Paulo

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje