Titular da SEDUC afirma que decreto de utilidade pública é legal e que Secretaria de Governo cometeu erro ao publicar laudo de avaliação

O secretário municipal de Educação, Caio Castro, concedeu entrevista na manhã de hoje ao radialista Vanderley Sores, âncora do Programa Linha Aberta, da 93 FM, para falar, dentre outros assuntos vinculados à sua pasta, sobre o decreto de utilidade pública de um imóvel situado na Rua Apolônio Pita, na Praça Santa Isabel, onde funciona a Creche Girassol, e responder as denúncias do Alagoinhas Hoje sobre o valor apontado pelo laudo de avaliação de técnico da Prefeitura de Alagoinhas.

Castro negou a ilegalidade do decreto de utilidade pública, ressaltou não ter relação pessoal com o proprietário do imóvel, Jueilson Antônio de Souza Santos, que exerceu a vice-diretoria do CEPA e atualmente é o diretor pedagógico da SEDUC, e disse que uma coisa nada tem a ver com a outra.

Ele afirmou também que Jueilson tem competência para exercer as funções para as quais foi nomeado por motivações técnicas e não políticas.

Na entrevista, o secretário afirmou que o valor registrado no laudo não será pago ao proprietário do imóvel e que o decreto deveria ter sido publicado sem o documento de avaliação. “Houve erro da secretaria de Governo”, disse o titular da Secretaria de Educação.

Em relação ao rompimento do contrato, que aconteceu em Setembro do ano passado, o secretário afirmou que se a negociação não se concretizar o proprietário será indenizado pelos meses em que os aluguéis não forem pagos.

Apesar de sua eloquência, o secretário não respondeu as indagações do Alagoinhas Hoje, que em nenhum momento afirmou que o ato era ilegal. E sim imoral.

No decorrer da entrevista, o ex-secretário de Governo, Juscélio Carmo, por telefone, disse que seu ex-colega não estava sendo convincente e não apresentara respostas às perguntas do Alagoinhas Hoje.

O site mantém suas afirmações quanto ao decreto de utilidade pública do imóvel. Inclusive sobre os R$200 mil solicitados pelo proprietário para vender o imóvel no final do ano passado.

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje