Sidônio desconversa sobre assumir nacional do PT e diz que está com Rui

Marqueteiro das campanhas vencedoras de Rui Costa (PT) em 2014, e as duas de Jaques Wagner (PT) ao governo do estado em 2006 e 2010, o publicitário baiano Sidônio Palmeira, desconversou sobre informações que circularam na imprensa, nesta segunda-feira, 23, dando conta de que assumirá a campanha nacional do PT, e afirmou para A Tarde que “não tem nada certo”. A certeza, diz ele, é tocar a campanha pela reeleição de Rui Costa.

A informação de que ele assinará a campanha do PT à presidência foi dada pelo colunista Lauro Jardim, de O Globo.

“O que está certo é que eu vou fazer a campanha de Rui Costa”, disse Sidônio sobre os supostos boatos, completando que “não tem nenhuma conversa” nesse momento, apesar de seu nome ter sido ventilado no início do ano para o posto.

De acordo com O Globo, foi o próprio Wagner quem sugeriu o nome do baiano para a campanha que deve lançar o nome do ex-presidente Lula no próximo dia 4 de agosto, durante convenção nacional do PT em São Paulo.

Wagner, aliás, é aventado pelo PT para substituir Lula no pleito. O ex-presidente, condenado em segunda instância por um colegiado e por isso está enquadrado na Lei da Ficha Limpa, deve ter o pedido de candidatura indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Wagner, contudo, tem dito que não abre mão do Senado na chapa de Rui.

Caso Sidônio, de fato, venha a assinar a campanha nacional do PT ele será o terceiro marqueteiro baiano a assumir o posto. O primeiro foi Duda Mendonça, que ungiu o “Lula lá” em 2002. O segundo, o marqueteiro João Santana, tocou a campanha de Lula em 2006 e as duas campanhas de Dilma, em 2010 e 2014, antes de ser implicado na Lava Jato.

 

Fonte: A Tarde

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje