Senado vai revisar gastos com alimentação no cartão corporativo

O Senado Federal vai revisar as notas fiscais de alimentação pagas com cartões corporativos entre 2014 e 2019. O objetivo é descobrir se servidores fizeram despesas pessoais com dinheiro público e, caso a irregularidade seja constatada, exigir a devolução da verba.

No último dia 18 de fevereiro, uma reportagem do portal Metrópoles mostrou que os cartões de alimentação tinham sido usado para compras que não tinham a ver com o exercício da atividade parlamentar, como a aquisição de whey protein, sabonete líquido, flores, mix de castanhas e chocolate fit.

De acordo com o portal, a revisão, determinada pela diretora-geral do Senado, Ilana Trombka, foca apenas em gastos com alimentação e exclui do escopo despesas de outra natureza, como compra de flores e sabonetes, por exemplo.

 

Fonte: bahia.ba

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje