Secretaria Municipal de Saúde pagou à COOPE R$1.700.000,00 no primeiro semestre – Exclusiva

A Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) pagou à Cooperativa de Saúde e Serviços Correlatos (COOPE) no primeiro semestre de 2013 a expressiva quantia de R$1.710.496,74 (hum milhão, setecentos e dez mil, quatrocentos e noventa e seis reais e setenta e quatro centavos).

Os pagamentos obedeceram a seguinte ordem: Fevereiro – R$467.927,60; Março – R$520.841,86; Abril – R$245.422,40; Maio – R$276.304,88; Junho – R$200.000,00 (menor quantia).

No mês de Janeiro não foi registrado nenhum pagamento.

A COOPE seria a responsável pela contratação de médicos e outros profissionais de saúde para o SAMU e a maternidade.

Para o bem da transparência pública,  a Secretaria de Saúde  deveria explicar porque o alto montante investido não corresponde à melhoria do atendimento e de soluções para as demandas dos pacientes.

Há, certamente, desperdício, porque o controle de ponto dos profissionais é sempre falho e o espírito de corpo fala mais alto.

A NTS, empresa que prestava este tipo de serviço à Secretaria Municipal de Saúde, perdeu a licitação para a COOPE.

Uma fonte que entende da área disse ao Alagoinhas Hoje, sob a condição de anonimato,que se houver uma fiscalização rígida do contrato muitas incongruências serão encontradas.

Há dinheiro demais e prestação de serviço de menos, muito abaixo do patamar requerido pela sociedade alagoinhense, que é quem na verdade paga os valores do contrato formalizado entre a Prefeitura de Alagoinhas/Secretaria Municipal de Saúde e a COOPE.

As informações sobre os pagamentos foram extraídas do site do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje