Secretaria Municipal de Saúde contrata escritório de advocacia por R$222 mil

O médico Rodrigo Matos (foto), secretário municipal de Saúde, não pode reclamar do prefeito Joaquim Neto: o feirense tem total autonomia para fazer (e faz) o que quer na sua pasta.

Exemplo: pela modalidade de inexigibilidade, foi contratado escritório de advocacia para tratar exclusivamente dos processos licitatórios e contratos da Secretaria de Saúde (SESAU), até então realizados pela Secretaria de Administração.

Valor: R$222 mil por ano.

O gestor feirense quer mais liberdade para fazer as licitações e contratos da secretaria, que envolvem diretamente milhões de reais.

A partir da publicação do extrato do contrato de consultoria jurídica (ver abaixo) não haverá interferência de outras secretarias e Matos terá mais liberdade de ação.

O Alagoinhas Hoje desistiu de ouvir Rodrigo Matos. As versões apresentadas estão sempre em desconformidade com os fatos. Não queremos apresentar aos leitores fantasias pouco críveis até para crianças.

Fato verdadeiro: o escritório de advocacia vai receber R$18.500,00 por mês. Qual o custo benefício desta contratação?

Três ex-secretários de Saúde ouvidos pelo Alagoinhas Hoje reprovaram a contratação e afirmaram unanimemente que a Procuradoria Jurídica da Prefeitura de Alagoinhas tem condições técnicas para fazer o trabalho requerido pela Secretaria Municipal de Saúde.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje