Secretária de Infraestrutura não encaminha pedido de desculpas à Câmara de Vereadores

Adotando uma estratégia que mais parece manobra diversionista, a secretária de Infraestrutura e Planejamento Urbano, Sonia Fontes, não encaminhou à Câmara de Vereadores o pedido de desculpas por ter ofendido a Casa e alguns de seus componentes na audiência pública que tratou da privatização da rodoviária.

Havia  expectativa da chegada do pedido formal de desculpas na sessão desta quinta-feira, mas mais uma vez ele não se materializou e a secretária continua devendo à Câmara de Vereadores e à sociedade alagoinhense um gesto de humildade ao admitir que passou dos limites da convivência respeitosa e democrática entre representantes de poderes autônomos e independentes.

O presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Mendes (PSB), precisa ser mais enfático e cobrar do Executivo um posicionamento formal para superar de vez esta situação constrangedora.

Aparentemente, todos apostam na memória curta da comunidade e da imprensa.

Se a secretária continuar resistindo, os vereadores – mesmos os da situação – terão que avaliar a possibilidade de votar moção de repúdio contra ela.

Uma Câmara de Vereadores que se apequena diante de um fato tão grave merece o respeito da sociedade?

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje