Quatro candidatos à Assembleia Legislativa com base em Alagoinhas estimam gastar R$ 6 milhões

Quatro candidatos à Assembleia Legislativa com base em Alagoinhas – João Rabelo (PT do B), Jorge Mendes (PROS), Joaquim Neto (PTC) e Joseildo Ramos (PT) – estimam gastar no total máximo R$ 6 milhões em suas campanhas eleitorais. As informações foram obtidas pelo Alagoinhas Hoje no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na manhã desta segunda- feira.

O ex-secretário de Governo da Prefeitura de Alagoinhas, João Rabelo (PT do B), estimou os gastos máximos em R$ 1.500.000,oo (um milhão e quinhentos mil reais) e apresentou um patrimônio no valor de R$ 60.000,00 (terreno localizado no loteamento Recanto das Aves).

Jorge Mendes (PROS), presidente da Câmara de Vereadores de Alagoinhas, prevê o limite de gastos de sua campanha em R$ 1.000.ooo,oo (um milhão de reais), tendo registrado como patrimônio um veículo ECOSPORT no valor de R$ 42.000,00.

O médico Joaquim Neto (PTC), ex-prefeito de Sátiro Dias por três mandatos, estimou seus gastos eleitorais em R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais). Ele apresentou como bens saldos bancários assim discriminados: R$ 31.494,14 e R$ 400.000,00, totalizando R$ 431.494,14.

Ex-prefeito de Alagoinhas em dois mandatos, o deputado Joseildo Ramos (PT) registrou como limite de gastos o montante de R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais). O valor de seus bens registrado na Justiça Eleitoral é de R$ 1.005.275,19 (um milhão, cinco mil, duzentos e setenta e cinco reais e dezenove centavos), cuja composição é formada por imóveis, automóveis, participação em empresa, saldos bancários em contas correntes e em poupanças.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje