4ª Promotoria de Justiça de Alagoinhas instaura Procedimento Preparatório Eleitoral para apurar caso Sônia Fontes – PHS

Diário oficial - Sônia Fontes

O print não está muito legível, mas logo acima é possível ver em negrito a origem (4ª Promotoria de Justiça de Alagoinhas) da instauração do Procedimento Preparatório Eleitoral com objetivo de apurar suposta conduta de oferecimento de cargos públicos em troca de apoio politico por parte da candidata Sônia Fontes (PSB) aos candidatos do PHS. 

Matéria do Alagoinhas Hoje, publicada no dia 2 de agosto, com a gravação da conversa entre Sônia Fontes e candidatos do PHS repercutiu na mídia da capital e alcançou milhares de leitores no estado. E fora dele. 

No meio político, segundo um advogado que conversou com o editor do Alagoinhas Hoje na noite desta segunda-feira (8), as propostas de Sônia Fontes estão sendo utilizadas como exemplo do que não fazer no decorrer da campanha, em função da vedação legal que impede o oferecimento de vantagens para captação de apoio político e votos. 

“As propostas se tornaram exemplos práticos e de fácil entendimento para os clientes que disputam a eleição”, pontuou o especialista em direito eleitoral. 

A turma “do não vai dar em nada” deveria colocar as barbas de molho. A agilidade do Ministério Público neste caso é bem vinda e demonstrativa de sua gravidade. 

Possivelmente, aqueles que estavam na reunião entre Sônia Fontes e membros do PHS deverão ser convocados. 

Um dos presentes disse ao editor do Alagoinhas Hoje que confirmará o teor da gravação e acrescentará outras informações. 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje