Pfizer eleva preço de cem produtos, incluindo Viagra

A farmacêutica Pfizer aumentou os preços de cem produtos poucas semanas após o presidente americano Donald Trump anunciar que o setor farmacêutico estava para implementar imensos cortes voluntários de preços.

Em uma decisão que ameaça estimular as reações adversas quanto à disparada no custo dos medicamentos nos Estados Unidos, a Pfizer aumentou os preços de alguns de seus produtos mais conhecidos, entre eles o Viagra, um medicamento para disfunções eréteis, de acordo com dados vistos pelo Financial Times.

Os aumentos entraram em vigor em 1º de julho e na maioria dos casos foram de pouco mais de 9% —bem acima da taxa de inflação anual dos Estados Unidos, que está em cerca de 2%.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje