Petrobras assegura investimentos na Bahia e região de Alagoinhas será beneficiada – Exclusiva

Reunidos na segunda-feira, dia 15 de Julho, com a presidente da Petrobras, Graça Foster, a senadora Lídice de Mata (PSB), os deputados federais Daniel Almeida (PCdoB), coordenador da bancada baiana na Câmara Federal, Luiz Argôlo (PP), Luiz Alberto (PT), o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) e o vereador alagoinhense Radiovaldo Costa (PT), representante do SINDIPETRO, discutiram os investimentos da estatal na Bahia, principalmente na região do recôncavo e de Alagoinhas.

A reunião já surtiu efeitos e a empresa decidiu o início de atividades de mais duas sondas terrestres de perfuração de petróleo, totalizando 24 equipamentos em operação no território baiano.

Cada sonda, em média, gera 100 empregos diretos e indiretos.

Atualmente, a Perbrás, Lupatech, Estre e Braserv são as empresas que detêm as sondas em operação na Bahia.

Outra empresa – Sertel -, que enfrenta uma série de problemas e estava ameaçada de fechar suas portas deverá manter sua atuação.

Na reunião, a Petrobras acenou com a possibilidade de ajustar os contratos da Sertel, responsável pelas áreas de manutenção mecânica e elétrica da estatal nas áreas de produção da Bahia.

Com isso, aproximadamente 350 empregos serão mantidos.

Radiovaldo Costa disse ao Alagoinhas Hoje que as perspectivas melhoram muito a partir da reunião e as providências estão sendo tomadas. “Nunca vi decisões serem tomadas tão rapidamente, mas felizmente deste vez a Petrobras entendeu as reivindicações da Bahia e está agindo”, salientou o representante do SINDIPETRO.

A estatal garantiu também investimentos para perfuração de seis novos poços na Bahia ainda no decorrer de 2013 e no início do próximo ano, que asseguram o gasto médio de R$10 milhões em cada um deles. “Com isso, a estatal indica que realmente tem interesse em reavaliar sua atuação em nosso estado”, enfatizou Costa.

Para 2012, há previsão de investimentos de aproximadamente quatro bilhões de reais no estado da Bahia.

Graça Foster garantiu também que a área financeira e tributária da empresas, que poderia ser transferida para o Rio de Janeiro, continuará funcionando na Bahia.

Os representantes da Bahia reafirmaram à presidente da Petrobras que a empresa tem grande importância na economia do estado, responsabilidade social na manutenção de vários projetos de inclusão social e impacto direto na arrecadação dos municípios onde atua desde a década de 50, principalmente os que estão situados no recôncavo e região de Alagoinhas.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje